Tocantins - 03/12/2020 - 22:51

ENGIE apoia construção da Casa Lar dos Idosos São Vicente de Paula

Postado em 08/08/2020

Compartilhe no:

Localizado em Palmeirópolis, no Tocantins, o local vai atender pessoas com mais de 60 anos em situação de risco pessoal ou social

A Casa Lar dos Idosos São Vicente de Paula, no município de Palmeirópolis, no estado do Tocantins, será inaugurada nesta segunda-feira (10/8), com a missão de atender idosos com 60 anos ou mais em situação de risco pessoal ou social e que não têm disponibilidade de permanecer em família, porque os vínculos familiares estão fragilizados ou não possuem familiares.

O centro de acolhimento será mantido pela Sociedade São Vicente de Paulo (SSVP), instituição filantrópica (sem fins lucrativos) que percebeu no trabalho diário com as famílias em vulnerabilidade social a existência de um número preocupante de idosos nessas condições e decidiu angariar fundos para iniciar o projeto de construção de um local para dar conforto e uma vida digna a essas pessoas. A meta do local é de atender 12 idosos.

Por meio da lei de incentivos fiscais, a ENGIE Brasil Energia financiou 100% da obra, em um investimento de R$ 419,4 mil que teve início em junho de 2019 e conclusão em julho de 2020. Esse montante faz parte das iniciativas da área de responsabilidade social da companhia, que visam melhorar a qualidade de vida das comunidades onde está inserida, por meio do desenvolvimento de projetos e programas sociais, culturais e ambientais que possam servir como legado para as gerações futuras.

“A construção da Casa Lar dos Idosos São Vicente de Paula está inserida nos esforços da ENGIE Brasil Energia para o desenvolvimento social das comunidades que vivem no entorno da Usina Hidrelétrica São Salvador. E dentro desse contexto, percebemos a importância e a necessidade de dar uma atenção especial para os idosos que vivem na região”, comenta José Magno Ferreira, gerente da Usina Hidrelétrica São Salvador, localizada no rio Tocantins, no município de Paranã (TO).

Durante as obras, a companhia deu todo o suporte de acompanhamento e orientação aos membros diretivos da Associação Nossa Senhora das Graças de Apoio ao Desenvolvimento Cultural, Humano e Social da Comunidade de Palmeirópolis (ANSG) no cumprimento das ações para atendimento às normas das leis de incentivos fiscais, nas etapas elaboração de atas, alteração estatutária, regularização contábil, abertura de conta bancária, escrituração e registro do lote da associação doado pela prefeitura.

Atendimento 24 horas e equipe multidisciplinar

O atendimento ao idosos será gerido pela SSVP e ANSG, em parceria com a Prefeitura Municipal de Palmeirópolis, o Conselho Municipal de Direitos dos Idosos (CMDI), a Promotoria de Justiça, e o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), o qual também encaminhará idosos que sofreram violação dos direitos e se enquadrarem no perfil proposto pela instituição.

A instituição atenderá idosos cujos direitos foram violados e será garantido a eles condições dignas de vida, fortalecendo os vínculos familiares, comunitários, garantindo os direitos e contribuindo para o envelhecimento saudável. O serviço será ininterrupto e vai atender os idosos 24 horas por dia, com profissionais de diversas áreas para os cuidados pessoais em turnos de 12/36h. Os idosos vão contar com atividades diárias, como: alimentação, vestuário, fisioterapia, religiosidade, psicologia, serviço social, nutricionista, atividades recreativas, lúdicas, passeios, visitas das famílias e da comunidade, comemoração dos dias festivos e aniversário festivo.

Ações de responsabilidade social durante a Covid-19

Comprometida com o enfrentamento da pandemia da Covid-19, a ENGIE Brasil Energia vem apoiando as comunidades próximas às suas usinas desde o mês de março. As ações de enfrentamento à pandemia da Covid-19 se intensificaram durante o segundo trimestre com ampla adoção do trabalho em regime de home office, regime de turnos das equipes operacionais, aplicação de testes rápidos, protocolos de higienização, além de ações junto às comunidades.

Os investimentos companhia em prol da sociedade para combater os efeitos do novo coronavírus totalizaram, desde o início da pandemia, R$ 3,8 milhões. Destaque para R$ 1,1 milhão destinado para auxílio emergencial à asilos, postos de saúde e hospitais na compra de EPI´s e insumos de limpeza, direcionados às comunidades do entorno dos ativos operacionais ou em implantação, e R$ 1,5 milhão para o fundo emergencial da Fundação Instituto Oswaldo Cruz (Fiocruz), visando aumentar a produção de testes para diagnósticos da Covid-19. (ASCOM)

Compartilhe no:

Relacionados