Tocantins - 20/10/2020 - 11:23

Estado publica contratação de 15 leitos de UTIs particulares para tratar casos de Covid-19

Postado em 02/07/2020

Compartilhe no:

Leitos contratados ficam em Palmas e foram locados após estado abrir credenciamento para hospitais interessados. Novas contratações ainda devem ser publicadas.

O estado publicou nesta quarta-feira (1º) as contratações de 15 leitos de UTI de hospitais particulares para tratamento de pacientes com coronavírus. As contratações foram prometidas ainda em maio depois que pacientes de outros estados começaram a ocupar a rede particular. O governo chegou a requisitar 70% dos leitos particulares, mas a medida não foi aceita pelos hospitais e as locações só saíram após a Secretaria de Saúde abrir credenciamento e prometer pagar de forma antecipada.

Os 15 leitos contratados até o momento ficam em Palmas. São dez no Hospital Santa Thereza, que vai receber R$ 2,4 milhões por um contrato de seis meses; e outros cinco no Hospital Oswaldo cruz, que vai receber R$ 1,2 milhão no mesmo período.

Em junho o governo afirmou que havia credenciado 56 leitos em hospitais particulares. Parte dessas vagas deve ser em Araguaína, no norte do estado, mas os contratos ainda não foram publicados no Diário Oficial.

Também nesta quarta-feira (1°) o governo do estado afirmou que aumento ou número de leitos clínicos e de UTIs no Hospital Geral de Palmas. Afirmou ainda que liberou contratação de 60 leitos no Centro Oncológico de Palmas também para receber possíveis pacientes de coronavírus.

Taxa de ocupação

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde, o Tocantins tinha até esta quarta-feira um total de 156 pacientes internados por Covid-19. Eram 94 leitos públicos ocupados, sendo 58 clínicos e 36 de UTI. Na rede particular: 60 internações, 41 em leitos clínicos e 19 em UTIs.

O estado tem 11.222 diagnósticos de coronavírus, com 7.118 pessoas recuperadas e 3.900 pacientes sendo acompanhados. Também foram registradas 204 mortes de pessoas que estavam com Covid-19. (Com informações do G1-TO)

Compartilhe no:

Relacionados