Tocantins - 29/10/2020 - 08:34

Governo recupera dívidas de inadimplentes do Banco do Empreendedor e possibilita regularização de débitos

Postado em 16/01/2020

Compartilhe no:

Vinculado à Secretaria Estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), o Banco do Empreendedor (BEM) desde sua criação já beneficiou mais de 67 mil pessoas com mais de R$ 176 milhões em empréstimos para pequenos empreendedores e servidores públicos estaduais; no entanto, por conta de variados motivos, muitos desses mutuários não conseguiram quitar os compromissos financeiros nas datas previstas.

O Governo do Tocantins promoveu ações e conseguiu arrecadar quase R$ 5 milhões em arrecadações e dívidas de mutuários que estavam em atraso. O gestor da Setas, Messias Araújo, destacou que “foram R$ 4,8 milhões em recursos arrecadados e recuperados em 2019, e nesse montante estão incluídos os microcréditos, assistência financeira, créditos habitacionais, e grandes empréstimos”, ressaltou o secretário.

Os valores arrecadados e recuperados, a que o secretário se refere, dizem respeito a R$ 636.155,26 em operações de microcrédito; R$ 3.047.788,27 de assistência financeira; R$ 489.483,87 de operações habitacionais; e R$ 718.093,84; totalizando R$ 4.891.521,24.

O diretor de Microcrédito do BEM, Gilson Ribeiro de Vasconcelos, explicou que foram notificados mais de 6 mil mutuários em atrasos e o Governo proporcionou descontos de até 70% para pagamento parcelado; ele afirmou também que essas negociações possibilitaram que muitos mutuários conseguissem tirar seu nome de cadastros de restrições de créditos.

O Governo, por meio da Setas, conseguiu reduzir em 82% as despesas do Banco com pessoal e em mais de 74% das despesas totais, promovendo a redistribuição de servidores para a própria Setas e outras pastas.

Banco do Empreendedor

Criado há mais de 20 anos com a missão de fomentar a geração de emprego e renda no Tocantins, por meio da viabilização de financiamentos direcionados a atividades produtivas e prestação de serviços e oferecer assistência financeira ao servidor público estadual, o Banco do Empreendedor, que recebeu o nome de Prodivino quando foi criado, está sendo reformulado e passa a ser vinculado diretamente a Setas.

Compartilhe no:

Relacionados