Tocantins - 20/10/2020 - 11:56

Idosos são homenageados com programação especial em Aparecida do Rio Negro

Postado em 02/10/2020

Compartilhe no:

A ação foi promovida pela Secretaria de Assistência Social do Município, em homenagem ao Dia do Idoso. Cada um dos 85 idosos recebeu homenagens em casa com serenata, mensagem, música e lindas lembranças.

O carinho do abraço, as demonstrações de afeto e o calor da emoção sempre foram vínculos presentes para os idosos do Grupo “É Preciso Saber Viver, de Aparecida do Rio Negro”. Ao longo dos anos, o Grupo que faz parte do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) passou por momentos marcantes e de muita emoção. O Dia do Idoso, comemorado em 1º de outubro, está entre uma das datas mais especiais.

A data sempre foi comemorado de forma especial, os idosos participaram de passeios dentro e fora da Cidade, com momentos festivos e de muita alegria para todos, promovidos pela Secretaria de Assistência Social, por meio do Centro de Referência de Assistência Social (Cras). Neste momento de pandemia do coronavírus em que o abraço precisa ser evitado, o Cras encontrou na música uma alternativa para acalentar os idosos que são participantes do Grupo.

Como a terceira idade é considerada do grupo de risco da Covid-19, as atividades presenciais foram suspensas. No entanto, como forma de demonstrar afeto e homenagear cada idoso membro do Grupo, uma mobilização ocorreu nesta quinta-feira, 1º.

Os servidores do Cras visitaram as casas dos idosos e os surpreenderam com uma serenata. As visitas ocorreram como forma de homenagem para lembrar a importância de cada membro do Grupo para as famílias, para a equipe e para o Município.

A emoção tomou conta de todos ao visitar os idosos, e da equipe que fez a homenagem. A secretária Ana Cláudia se emocionou com cada homenagem realizada. A cada visita as lágrimas não foram contidas, com as lembranças de tantos momentos importantes. “Uma data tão especial não podia passar em branco. Quantos momentos marcantes vivemos nestes oito anos, quantas histórias guardadas. A cada dia que passa sentimos falta dos nossos encontros, dos nossos amigos, do abraço e do carinho. Mas saiba que sempre estamos lembrando de cada um de vocês”, disse ela durante as visitas.

Homenagens

As visitas tiveram início logo pela manhã. Com muita coragem, entusiasmo e saudade dos idosos, uniformizada, a equipe da Assistência Social, com a secretária Ana Cláudia, foi à casa de cada um dos 85 idosos membros do grupo.  A primeira visita foi uma homenagem especial: seu Diocleciano Batista e dona Pedra Pereira. Os pais do prefeito Deusimar Amorim receberam o carinho especial da equipe. Ao prestar a homenagem, Deusimar elogiou a demonstração de carinho do Grupo. “Os idosos são muito, muito especiais para nós, para nossa família, e toda a nossa Cidade por tudo que já fizeram e por suas histórias de vida. Muito importante este gesto de amor para com eles, todos merecem nosso respeito e cuidado”, disse o prefeito.

Assim a equipe seguiu com as visitas no Setor São Domingos e Centro, chamando atenção dos moradores das ruas e setores para o momento único. A cada visita a emoção se tornava maior. As músicas “É preciso Saber Viver”, e “Amigos para Sempre” foram as escolhidas para embalar os momentos, sempre entoadas pelo cantor Mariano Costa, juntamente com toda a equipe.

A homenagem se tornou ainda mais especial com a presença do locutor professor Paulinho, que por meio das palavras e gestos de carinho, chamou à porta o nome de cada idoso. Sempre com muita animação e emoção, a chegada surpreendia os membros com o carro de som. Sempre com o sorriso no rosto ou já com lágrimas de emoção, os idosos recepcionaram a equipe com muita alegria e demonstração de saudade.

Um dos momentos mais emocionantes foi também a visita ao casal de idosos Farailde Barbosa e José Ribeiro. Pioneiros do Município, e em frente à casa que fica ao lado da Praça José Eurico Costa, a surpresa causou muita emoção, feita por Deusimar e Ana Cláudia.

O semblante emocionado e as lágrimas no rosto de dona Farailde provam que a ação comoveu. “Muito lindo. Isso é bem melhor que ganhar coisas materiais. É tão bom quanto um abraço. Realmente tocou o meu coração”, diz emocionada.

Uma das homenagens mais especiais também foi feita ao idoso Pedro Santana, que recentemente perdeu a esposa, dona Glória Santana, que foi lembrada durante a homenagem com muitas saudades.  Alguns idosos doentes também receberam as visitas e orações, sempre respeitando o distanciamento e uso de máscara.

Todos tiveram um presente especial: uma caixa personalizada, com itens de higiene, e um lanche especial para celebrar o Dia do Idoso.

Emoção

Durante a tarde a equipe deu seqüência às visitas pelo Centro, Rua Piauí, seguindo à noite pelo Setor Aeroporto, quando foram finalizadas no Setor Bela Vista. Apesar do cansaço da equipe, o amor por cada um foi o combustível para realizar todas as visitas.

Seu Manoel Rocha fez um agradecimento especial à equipe. “Essas pessoas aqui fizeram a diferença em nossa cidade, todos vocês tem o nosso carinho, e tudo que vocês fizeram para nós idosos foi muito importante, nunca vamos esquecer. Vocês, Ana Cláudia e Deusimar se tornaram especiais para todos nós, porque trataram os idosos de forma diferente, e nem todas as pessoas hoje fazem isso, tem essa consideração pelos idosos. Só temos que agradecer”.

O carinho, atenção, e afeto dos idosos foram a maior recompensa, como ressalta Ana Cláudia. “Ao longo desses seis meses de pandemia sentimos muita saudade de cada um, todos são muito especiais para mim, sentimos muita falta dos encontros, e por isso estamos aqui. Nossa forma de homenagear por este dia tão importante”, ressalta.

Para dona Angelina Maciel, a serenata a fez sentir querida e perceber que não está sozinha. “Eu não esperava uma homenagem dessas. Estou tão feliz por ser lembrada. Meus olhos ficaram marejados. Ah, que alegria estou sentindo: só posso agradecer”, disse a idosa emocionada.

Foi um momento único para os idosos que receberam a visita, todos deixaram transparecer a felicidade e a emoção pelo gesto carinhoso e que neste momento, é raro por conta do isolamento. Sentiram-se literalmente, abraçados e amados.

Compartilhe no:

Relacionados