Tocantins - 31/10/2020 - 10:46

Oportunidade que virou negócio

Postado em 02/05/2018

Compartilhe no:

Juberto conta que ter seu próprio negócio requer muito dedicação, força de vontade e humildade, “comecei do zero, hoje eu sou dono da minha empresa”

O que para muitos é começar de baixo, para Juberto Gomes Peixoto, de 55 anos foi apenas o início de uma mudança muita grande em sua vida.  A história de Juberto é mais comum do que muitos pensam. O que muitos acreditam ser sorte, o empresário define como persistência, acreditar em si mesmo e não ter medo de buscar inovação junto a empresas especializadas, como o Sebrae Tocantins que foi uma peça importante no nascimento da empresa de Juberto. “Eu era empregado, hoje eu sou o dono”, conta o empreendedor.

Proprietário da Casa do Produtor, Juberto Gomes se tornou um dos comerciantes mais respeitados do ramo agropecuário em Aparecida do Rio Negro. Após cuidar sozinho da loja onde trabalhava pelo período de um ano e sentir na própria pele o peso da responsabilidade, quando o proprietário teve que se afastar por motivo de saúde, Juberto não imaginava que tudo aquilo um dia seria seu. Com o retorno do seu chefe, veio também a oportunidade de deixar de ser empregado e virar dono do próprio negócio. “Comecei do zero, mas todo começo é difícil mesmo, hoje já podemos caminhar firme com o pé no chão”, conta o empreendedor emocionado.

Juberto atribui a expansão de sua empresa a um conjunto de fatores, mas destaca a importância de ter buscado sanar suas dúvidas junto ao Sebrae o de maior importância. “Busquei orientações no órgão, eles marcaram uma visita e vieram em seguida. Na época fiquei surpreso com a atitude do consultor em me orientar. Mas fiz da forma na qual ele me explicou e assim pude evoluir”, explica.

Para o empreendedor o segredo do crescimento é acreditar no que faz, investir na qualificação profissional de sua equipe e buscar atender bem seus clientes. “O funcionário precisa acreditar no seu produto, a partir daí ele faz o cliente acreditar que terá resultado em seu investimento”, afirma. Também citou a importância de treinamentos e de buscar as informações necessárias para o mercado. “No mundo globalizado em que vivemos com muita coisa nova, é necessário qualificação”, enfatiza.

Durante os mais de dez anos de existência da loja, além do crescimento financeiro, a empresa já gera emprego e renda para a cidade. Além da família que é o pilar de seu Juberto, um funcionário já foi contratado. O empreendimento já conta com sede própria e presta assistência com o trabalho de campo em Aparecida do Rio Negro, Rio Sono, Novo Acordo, Tocantínia e Buritirana.

Uma das maiores conquistas e iniciativas de Juberto após o auxílio do Sebrae Tocantins é o respeito conquistado junto ao povo de Aparecida. “Sempre trabalhei com o objetivo de ter meu espaço próprio, ser respeitado e poder sustentar minha família com dignidade. Aqui em Aparecida tive a oportunidade de começar do zero. Hoje olho para trás e vejo que tudo valeu a pena”, afirma.
O empreendedor lembra que vale a pena apostar em qualificação. Juberto já fez diversos cursos em sua área no Sebrae e no Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), no Tocantins e em Goiás.

 

Orientação
O Sebrae abriu a Sala do Empreendedor em Aparecida há aproximadamente cinco anos para gerar oportunidade aos pequenos empreendedores. Após sua implantação, o município pôde contar com o incentivo, informação e orientação para os pequenos empreendedores.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Aparecida do Rio Negro, Carlos Divino Naves, responsável pela Sala do Empreendedor, uma das saídas para diminuir o desemprego na cidade foi abrir pequenas empresas, para incentivar a geração de renda no município. “Alguns casos de sucesso ficam em evidência. Assim como o Juberto que saiu do emprego formal e se tornou dono do próprio negócio, outras pessoas têm essa oportunidade de crescimento”, explica o secretário.

O papel do Sebrae para os pequenos empreendedores é de orientar. “A empresa aberta, apesar de pequena, se torna sólida através dos auxílios e facilidades oferecidos pelo Sebrae”, destaca.

Diversos cursos, palestras, oficinas, consultorias e qualificações são oferecidas aos empreendedores na cidade de Aparecida do Rio Negro. “Já temos cerca de 180 empresas abertas na cidade, destas, a maioria prosseguiu, tanto pagando de forma correta os impostos, quanto se adaptando ao mercado”, afirma Carlos.

 

A história de Luíza: um exemplo de empreendedorismo

Boa parte dos empregados sonha em um dia tornar-se dono de uma empresa. Luiza de Souza Soares não apenas fez isso, como também já começa a ampliar e modernizar seu empreendimento. Para ela, o bom empreendedor é aquele que faz o que gosta e que não desvia o foco.
Superação, persistência e fé ainda fazem parte da bagagem da jovem aparecidense. O sonho de Luíza, que sempre trabalhou como empregada, se tornou realidade e hoje ela é proprietária de uma loja de roupas na cidade de Aparecida do Rio Negro. Após 15 anos de experiência no comércio, ela abriu mão do emprego formal para trabalhar para si própria. Para que tudo isso fosse possível, Luíza buscou o Sebrae Tocantins e recebeu atendimentos, consultorias e capacitações através da Sala do Empreendedor.

A empresária lembra o início de sua trajetória. “Quando pensei em abrir meu negócio procurei primeiro o Sebrae para saber como poderia fazer isso. Logo depois abri minha empresa e tudo está dando certo”, explica Luíza. Sua expectativa é de que a cada dia mais seu negócio possa crescer, “é preciso ter coragem, comecei pequena, hoje meu espaço está sendo ampliado”.

O Sebrae impactou positivamente o negócio da empreendedora. Luíza continua se capacitando e está ampliando o seu negócio. A loja que antes comercializava apenas roupas, já vende também livros evangélicos, produtos de linha profissional para cabelos e cosméticos. “No início foi muito difícil, mas hoje, tenho meus pés no chão”, explica.

Luiza enfatiza que deixar o seu emprego para abrir o próprio negócio foi uma escolha que mudou sua vida. “Trabalhei em supermercados, loja de material de construção, sendo empregada para as pessoas, adquirindo experiência com o público. Hoje tenho vários clientes, crédito em diversas lojas em Goiânia, estou amando”, avaliou.

A empreendedora concluiu deixando uma mensagem aos que têm o sonho de investir. “Acredite na sua ideia, trabalhe duro e faça tudo com muito amor acreditando em Deus. É a minha receita para quem pensa em empreender. As dificuldades sempre irão existir, mas se você tiver esses três pontos firmes, o sucesso será inevitável”.

Compartilhe no:

Relacionados