Tocantins - 30/10/2020 - 16:35

Após prefeituras anunciarem retorno, governo decide manter Jalapão fechado

Postado em 17/08/2020

Compartilhe no:

 Governo do Tocantins informou nesta segunda-feira (17) que não pretende permitir a reabertura do Parque Estadual do Jalapão, a principal atração turística do estado, após as prefeituras anunciarem datas para o retorno. São Félix pretendia retomar as atividades no dia 10 de setembro e Mateiros e Ponte Alta do Tocantins tinham programado a volta para 5 de outubro.

A Agência de Desenvolvimento do Turismo (Adetuc) informou que os protocolos para o retorno estão definidos desde julho, mas que no momento não há como realizar o processo de retomada.

“O Governo do Estado reitera que manterá este e demais parques estaduais fechados. O Tocantins passa por um momento de pico de transmissão da Covid-19 e considera temerário um processo de reabertura de atrativos turísticos nestas condições”, diz a nota.

A situação é exatamente inversa ao que era registrado no mês de julho. Na época, o governo estadual chegou a anunciar a data do retorno, mas foi obrigado a recuar porque as prefeituras da região disseram que não revogariam os próprios decretos suspendendo as atividades. Na época, o Governo do Tocantins afirmou que apoiava a decisão dos prefeitos.

Após o episódio, quando foram anunciar os planos de retomada do turismo para outras regiões, o governo havia decido deixar a decisão para as prefeituras de cada cidade. No Jalapão, parte das atrações é administrada pelo Estado e parte delas é particular, mas alvo de regulação por estar dentro do parque ambiental.

O governo diz que “Os atrativos do Jalapão sob gerenciamento direto do Governo do Estado só irão reabrir após uma avaliação criteriosa sobre o avanço da pandemia. Isto inclui a redução dos índices de ocupação dos leitos hospitalares específicos aos pacientes contaminados pelo coronavírus para índices abaixo de 40%”.

Entre os protocolos de saúde previstos para o retorno das atividades estão medidas como exigência prévia de exame negativo para os turistas, limitação de acesso e montagem de barreiras sanitárias. O parque está fechado desde março. (G1-TO)

Compartilhe no:

Relacionados