Tocantins - 03/12/2020 - 22:58

Município de Santa Tereza impõe barreira sanitária no enfrentamento ao novo coronavírus

Postado em 22/05/2020

Compartilhe no:

Uma das entradas do Jalapão, a cidade de Santa Tereza do Tocantins utiliza barreira sanitária para orientar as pessoas que chegam à Cidade.

As barreiras sanitárias estão sendo instituídas por municípios da região do Jalapão para conter o avanço do novo coronavírus. Santa Tereza do Tocantins, por ser um município de entrada para o Jalapão, também aderiu no dia 21 de maio à barreira sanitária, que faz parte de um conjunto de ações da Prefeitura Municipal, por meio das Secretarias de Saúde e Turismo.

Foram instaladas duas tendas logo na entrada da cidade que dá acesso a Palmas, conforme explicou o secretário Municipal de Administração, Washington de Sousa. “A Vigilância Sanitária e a Policia Militar (PM), tem dado todo o apoio, juntamente com Secretaria de Saúde e Secretaria de Turismo. Todas as pessoas que chegam são paradas, orientadas para o uso de máscara e álcool em gel. Fazemos também o pedido para que evitem o tráfego e fiquem em casa”, explicou.

Segundo a secretária de Saúde, Creuzélia Aires, a intenção é proteger a população. “Tentar proteger, frear o avanço do coronavírus. No município até o momento só um caso oficialmente confirmado. Contamos com testes rápidos, com uma equipe organizada, com os equipamentos necessários para tratar de algum caso eventual. Não queremos que isso aconteça, mas se acontecer estamos organizados. Para tanto, temos carro de som e mídias sociais orientando, e estamos preparados para lidar com essa situação”, assegurou ela.

Barreira sanitária deve continuar pelos próximos 30 dias

Para evitar o contágio do coronavírus, durante a pandemia o município de Santa Tereza decretou medidas restritivas à população. A primeira foi o fechamento dos bares e do comércio que não tem natureza essencial, além da suspensão das aulas nas escolas, que seguem até o dia 29 de maio. A educação tem criado mecanismos para distribuir atividades em casa para evitar o prejuízo dos alunos.

Máscaras são obrigatórias

Também foi decretada a obrigatoriedade do uso de máscaras. “A população tem cooperado. A Secretaria de Assistência distribuiu algumas máscaras para pessoas carentes. Estamos também estudando como fazer cestas básicas para os alunos com recurso da merenda ou fazer kits de higiene pessoal”, antecipou o secretário Washington.

Compartilhe no:

Relacionados