Tocantins - 29/10/2020 - 08:16

Aula inaugural em Brejinho dá início ao ano letivo nas escolas estaduais

Postado em 05/02/2019

Compartilhe no:

Cerca de 150 mil estudantes retornaram às aulas nas escolas estaduais do Tocantins nesta segunda-feira, 4. A tradicional cerimônia de aula inaugural do ano letivo foi realizada no Colégio Estadual Padrão, em Brejinho de Nazaré. O Colégio é uma das 10 novas unidades de ensino contempladas com o Programa de Fomento à Implementação de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. 

Em 2019, a rede estadual contará com 499 escolas distribuídas nos 139 municípios. Só no Ensino Fundamental são aproximadamente 81 mil estudantes atendidos. No Ensino Médio cerca de 57mil alunos estão matriculados nas modalidades regular, técnico e integral. Já a Educação de Jovens e Adultos (EJA) atenderá mais de 11 mil alunos. Mesmo após o início das aulas, as matrículas de estudantes novatos podem ser realizadas ao longo do ano letivo de 2018, visto que a rede estadual ainda possui cerca de 30 mil vagas disponíveis.

Durante a aula inaugural, a secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar, fez a abertura oficial do ano letivo rodeada por estudantes e familiares satisfeitos com a implantação do programa de fomento, que além de ampliar a carga horária dos educandos do ensino médio, prepara os jovens para o ingresso no ensino superior e para o mercado de trabalho.

“Nenhum recurso material é capaz de transformar os nossos jovens sem o recurso humano. Aqui nesta escola temos alunos dedicados e servidores proativos e comprometidos a colaborar com esse projeto. Assim como nos demais municípios, o desejo desta gestão é atuar numa postura afinada com os municípios, já que o público da rede estadual passa antes pelas escolas municipais. Dialogando e praticando ações integradas os alunos não sentirão o impacto de transição entre as redes. Ao longo de 2019 trabalharemos para garantir um ensino que permita aos nossos jovens concluírem o ensino médio qualificados para as oportunidades de trabalho e de acesso ao ensino superior”, frisou.

Escola Jovem em Ação

As unidades de fomento são denominadas no Tocantins como Escolas Jovem em Ação e passam a receber investimentos em infraestrutura, formação e monitoramento. A ampliação do projeto este ano ocorreu em função dos excelentes resultados do trabalho desenvolvido pelo Tocantins em 2018. Com isso, o estado passa a contar com 22 unidades de ensino médio nesta modalidade com capacidade para atender cerca de 6.700 estudantes em 14 municípios.

A iniciativa oferece ainda a flexibilização do currículo, desenvolvimento de ações condizentes com os interesses e contexto dos estudantes. Estão entre os diferenciais do modelo, o incentivo ao protagonismo juvenil, além da elaboração e acompanhamento do projeto de vida dos estudantes.

Durante e a solenidade, a prefeita de Brejinho, Miyuki Hiashida, externou os benefícios que a implantação do programa trará ao município. “É uma honra para nós sediarmos esta aula inaugural. Agradecemos ao Governo do Estado por contemplar nossa cidade com esse importante programa. Se já tínhamos excelentes resultados aqui no Colégio Padrão, com todas essas melhorias os nossos jovens terão oportunidades ainda melhores. Desejamos que os alunos aproveitem tudo o que essa escola e esse projeto têm a oferecer”, disse.

Colégio Padrão

Desde de que foi criado, em 1978, ainda no Estado de Goiás, o Colégio Padrão de Brejinho de Nazaré, já passou por muitas mudanças. Hoje a unidade de ensino possui 186 alunos matriculados na modalidade de Ensino Médio de Tempo Integral e atualmente conta com um quadro de 17 servidores efetivos. A infraestrutura da escola conta com bloco de salas de aula, bloco administrativo e de laboratórios. Estão ainda à disposição dos alunos, refeitório, pátio arborizado e quadra de esportes. 

Entre os servidores da unidade escolar uma curiosidade chama a atenção: a maioria já estudou na escola, inclusive a atual diretora, Alzirene de Souza Amaral Carvalho. Para ela ver a escola crescer e trazer mais benefícios para a população é motivo de orgulho. “Não só os professores, mas os pais dos alunos também já passaram por aqui. Para nós, receber esse programa, traz um sentimento de gratidão e de expectativa de avanços ainda maiores para os jovens da nossa cidade”, revelou. 

Os pais também aprovaram as mudanças na unidade escolar. “Esta é uma escola que está sempre inovando.  Desde que eu era aluna daqui, sempre buscaram nos proporcionar o melhor. Fico muito satisfeita em ter esse programa maravilhoso, logo agora que a minha filha estuda aqui. Era o que faltava para os alunos irem mais longe”, avaliou Paula Karine, mãe da estudante Karen Victória. 

O estudante Pedro Lucas Lourenço, de 15 anos está radiante com a implantação da Escola Jovem em Ação. “No ano passado já tivemos um contato inicial com a metodologia, mas agora é oficial. Se na fase da experimentação já tivemos bons resultados com os clubes de protagonismo e outras atividades, imagine agora que teremos toda a estrutura e apoio que o programa oferece. Estamos ansiosos pra conhecer as disciplinas eletivas e todos os outros detalhes da escola de fomento”, relatou.    

Homenagem

Na ocasião, a professora de redação do Colégio, Augusta Aires, foi homenageada pelo desempenho dos alunos na prova do Enem 2018 que atingiram notas superiores a 840 pontos na redação. “Eu entrei pra sala de aula aos 16 anos. Sei o quanto é bom, como profissional, receber esse reconhecimento. Com criatividade, ânimo e determinação ela fez com que os próprios alunos buscassem a superação. Que este exemplo sirva de incentivo aos nossos professores e alunos, pois potencial eles têm de sobra”, frisou a secretária Adriana Aguiar.

Segundo a professora Augusta o sucesso dos alunos não tem segredo. Bastou um empurrãozinho para que eles superassem as metas traçadas. “Começamos a trabalhar com essa evolução no nível das redações ainda em 2017, mas percebemos que as notas ainda não eram suficientes para que eles pudessem ingressar na universidade pública. Em 2018 fizemos um novo planejamento e eles ultrapassaram a meta que era atingir os 800 pontos na redação. Para um professor, não há alegria maior do que a de ver o sucesso dos alunos”, disse emocionada.

Presenças

Além dos estudantes e familiares, estiveram presentes na solenidade, a presidente da Câmara de Brejinho, Marlene Ayres, e os demais vereadores do município; a coordenadora estadual do Programa Escola Jovem em Ação, Maristélia Alves, além de representantes da Diretoria Regional de Educação de Porto Nacional e das escolas municipais e estaduais de Brejinho.

Compartilhe no:

Relacionados