Tocantins - 19/05/2022 - 08:58

Folha do Jalapão

Ação conjunta de testagem e vacinação contra a Covid-19 ocorre neste sábado em Palmas

Postado em 22/01/2022

Atividade ocorre a partir das 9h no Espaço Cultural José Gomes Sobrinho para atender o público a partir de 12 anos e visa avançar a vacinação

Com objetivo de promover a vacinação e a testagem em larga escala como parte da estratégia de combate à Covid-19, o Tocantins participa neste sábado, 22, de ação simultânea nos sete estados que formam a região Norte do país. A iniciativa do Ministério da Saúde, com engajamento do Governo do Estado e Prefeitura de Palmas, terá início às 9h, no Espaço Cultural José Gomes Sobrinho, em Palmas.


 
A ideia é estimular aqueles que ainda não se imunizaram e incentivar a população a retornar aos postos de vacinação para tomar a segunda dose ou a dose de reforço. O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, participa da mobilização em Manaus (AM), enquanto os secretários nacionais da pasta estarão nas capitais do Acre, Amapá, Pará, de Rondônia, de Roraima e do Tocantins.


 
Em Palmas, a Prefeitura disponibilizará o “Busão do Mais Saúde” e equipes de vacinadores e de testagem. Será vacinado contra a Covid-19 o público a partir de 12 anos de idade, com e sem comorbidades, que ainda não tomou a primeira dose da vacina ou que necessite tomar a segunda e as doses de reforço.

A Secretaria Municipal da Saúde (Semus) informou que para a testagem serão distribuídas senhas de atendimento. A vacina Influenza (gripe) também será aplicada para a população acima de seis meses de idade.


 
A vacinação de crianças de 05 a 11 anos com comorbidades ocorre nas Unidades de Saúde da Família (USFs). O mesmo ocorre para as crianças de 10 a 11 anos sem comorbidade.


 
Desafio
 
 
Com a maior extensão territorial do Brasil, o Norte foi escolhido para a estratégia por ser uma região populosa, com 15 milhões de pessoas acima de 12 anos que integram o público-alvo da vacinação contra a Covid-19, e por fazer fronteira com outros países. Aproximadamente 1,8 milhão de pessoas estão aptas a tomar o reforço ainda em janeiro.
 
 
Atrasados
 
 
Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO), por meio do Centro de Informações e Decisões Estratégicas em Saúde – Integra Saúde, aponta que 252.788 tocantinenses não retornaram aos postos de saúde para completar o ciclo vacinal contra a Covid-19, ou seja, não tomaram a segunda dose dos imunizantes.
 
 
 
Deste quantitativo, 27.997 pessoas não receberam o imunizante CoronaVac, 62.748 da AstraZeneca e 162.043 da vacina Pfizer. Ainda segundo o levantamento, no recorte por idade, os mais faltosos são aqueles que possuem entre 12 e 19 anos e 20 a 29 anos. São 75.535 pessoas com idades entre 12 e 19 anos que não procuraram o sistema de saúde para receber a segunda dose dos imunizantes contra a Covid-19. Além disso, 67.794 tocantinenses com idades entre 20 e 29 anos que não completaram o esquema vacinal.
 
 
“Novamente precisamos chamar atenção de toda a população. São dados alarmantes e que precisam ser reduzidos urgentemente, porém, para que isso ocorra, é necessário que as pessoas que ainda não receberam a segunda dose da vacina contra a Covid-19, procurem os postos de saúde do seu município. Estamos recebendo as doses com frequência, mas a população não está procurando a imunização. Por consequência, somos obrigados a reabrir leitos de UTI Covid, o quê acaba por comprometer a programação das cirurgias eletivas”, enfatizou o secretário de Estado da Saúde, Afonso Piva.

(T1-Notícias)

Compartilhe no:

Relacionados