Tocantins - 20/06/2021 - 00:37

Araguaína publica decreto autorizando demissão de servidores flagrados em festas durante a pandemia

Postado em 27/05/2021

Compartilhe no:

Cidade é a segunda mais afetada pela pandemia no estado, ficando atrás apenas da capital. Prefeitura afirmou que a medida é para dar exemplo à população.

Servidores públicos da Prefeitura de Araguaína que forem flagrados em festas, descumprindo as medida de prevenção ao coronavírus, poderão ser exonerados ou demitidos após responderem a procedimento disciplinar. A medida está prevista em um decreto publicado pelo município nesta quinta-feira (27).

Várias festas clandestinas vêm sendo registradas na cidade nas últimas semanas. Na última segunda-feira (24), após registrar aumento no número de casos de Covid-19, a prefeitura estabeleceu toque de recolher e endureceu as medidas de prevenção a pandemia na cidade.

O decreto desta quinta-feira (27) diz que a prefeitura vai apurar ocorrências que envolvam servidores da administração municipal direta e indireta, sejam eles efetivos, contratados ou comissionados. O município afirmou que a medida é para dar exemplo à população.

Os processos disciplinares vão levar em consideração os relatórios de equipes de fiscalização em casos de aglomerações e festas privadas. Denúncias por vídeos e fotos também serão apuradas.

“Apesar do servidor fazer parte da sociedade, ele faz parte do Poder Público que deve dar exemplo, principalmente neste momento de pandemia. A avaliação determinará se o servidor será advertido, suspenso ou exonerado”, afirmou o procurador-geral do Município, Gustavo Fidalgo.

Araguaína é a segunda maior cidade do estado e fica atrás apenas de Palmas no número de diagnósticos e mortes por coronavírus. Segundo o último boletim divulgado pelo Estado, são 29.839 casos e 390 óbitos.

Compartilhe no:

Relacionados