Tocantins - 26/07/2021 - 20:41

Carlesse participa de leilão de concessão da BR-153 e destaca benefícios para o TO

Postado em 30/04/2021

Compartilhe no:

Conseguimos fazer com que o dinheiro fosse investido por igualdade entre os estados do Tocantins e de Goiás”, destacou o governador ao afirmar que a ação vai gerar mais qualidade e infraestrutura

O governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, acompanhou na tarde desta quinta-feira, 29, o leilão das BR-153/TO/GO e BR-080/414/GO, realizado na sede da B3, a Bolsa de Valores de São Paulo, pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) vinculada ao Ministério da Infraestrutura. O Consórcio Eco 153, formado pela Ecorodovias, em parceria com a Global Logistic Properties (GLP), venceu a disputa com o lance de R$ 1,280 bilhão, dos quais R$ 320 milhões vão para o Tesouro Nacional. A concessão terá a duração de 35 anos.

“Eu sou um grande entusiasta e defensor dessa parceria público-privada, porque acredito que bons projetos como esse desoneram o poder público, geram mais qualidade na infraestrutura das rodovias, além de emprego e renda para a população. Graças a Deus, o Tocantins foi o mais beneficiado, porque conseguimos fazer com que o dinheiro fosse investido por igualdade entre os estados do Tocantins e de Goiás. Quero agradecer ao senador Eduardo Gomes, ao deputado Carlos Gaguim e ao ministro Tarcísio pelo esforço que eles fizeram e o resultado está aí. Graças a Deus, em breve, a BR-153 será duplicada até o município de Aliança”, destacou o governador.

Em sua fala, o governador Mauro Carlesse refere-se à recomendação do Tribunal de Contas da União (TCU) para que o Ministério dos Transportes e a ANTT adotassem medidas para antecipar as obras no trecho tocantinense.

Ao ser questionado pelos veículos de imprensa quanto ao atendimento da recomendação, o ministro Tarcísio de Freitas assegurou o cumprimento. “Tem um cronograma de investimentos para ser cumprido e ele vai ser cumprido. O modelo de concessão é bem calibrado, isso impactou o investidor. Com o dinheiro que está vinculado ao projeto, a gente vai ter condições de antecipar alguns investimentos que estão previstos para o Tocantins, fazendo um casamento de proporção com o que está sendo feito em Goiás, atendendo à recomendação que vem do TCU, com um ganho provável de tarifa. E isso sem prejudicar a saúde financeira do projeto que está com seu caixa preservado. Isso mostra a inteligência do modelo que foi criado e a gente está muito seguro com isso. Tenho certeza de que o usuário vai se surpreender positivamente com o resultado dessa concessão”, explicou, destacando que R$ 960 milhões estão vinculados ao projeto, o que garante todos os investimentos previstos.

Concessão

A concessão terá duração de 35 anos, prorrogáveis por mais cinco, e prevê ampliação da capacidade, operação e recuperação, conservação e manutenção.

Estão contemplados os seguintes trechos: 624,1 km da BR-153/TO/GO, entre o entroncamento com a TO-070, em Aliança do Tocantins até a BR-060 em Anápolis (GO); 139,6 km da BR-414/GO de 139,6 km, entre o entroncamento com a BR-080/GO-230/324, em Assunção de Goiás, até a BR-153/GO-222/330 (Anápolis); e 87 km da BR-080/GO entre o entroncamento com a BR-414/GO-230 (Assunção de Goiás) até a BR-153/GO-342.

Compartilhe no:

Relacionados