Tocantins - 03/12/2020 - 23:31

Cidadania e Justiça sedia Bazar Itinerante da Liga Feminina de Combate ao Câncer

Postado em 07/10/2020

Compartilhe no:

Outubro é marcado como o mês voltado para a sensibilização e o alerta às mulheres e à sociedade, sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e sobre o câncer de colo do útero. Apoiando as ações do Outubro Rosa, a Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) sediou nesta quarta-feira, 7, o Bazar Itinerante com itens artesanais confeccionados pelas voluntárias da Liga Feminina de Combate ao Câncer do Tocantins, com o objetivo de arrecadar fundos para atender aos pacientes assistidos pelo grupo de voluntárias. A exposição contou com mais de mil itens disponíveis para a venda, com preços a partir de R$ 6.

O secretário da Seciju, Heber Fidelis, ressaltou a importância do apoio de órgãos governamentais à causa. “É muito importante o compromisso de apoiar campanhas como a do Outubro Rosa, além de também respaldar o trabalho das entidades não governamentais e a parceria, entre a Cidadania e Justiça e a Liga Feminina no Bazar Itinerante, ilustra isso”, explicou o gestor.

Atualmente, a Liga Feminina conta com 70 voluntárias ativas, que levam assistência a 250 pacientes oncológicos cadastrados. A vice-presidente da Entidade e servidora da Seciju, Marluce Oliveira, ressaltou que o período de pandemia da Covid-19, afetou negativamente as ações da Liga. “Nossos eventos foram suspensos devido ao distanciamento social, mas a busca por colaboradores continua e o Bazar Itinerante configura essa possibilidade, de dar sequência às iniciativas para arrecadação de fundos, de modo a continuar as ações de assistência e prevenção”, informou.

A segunda secretária da Liga e coordenadora dos trabalhos de artesanato, Resineia Divina Amaral Souza, afirmou que a parceria reforça o compromisso da Seciju com as causas sociais. “A venda dos artigos do bazar traz recursos para a compra de kits de higiene, álcool em gel e máscaras para doação em tempos de pandemia, além dos medicamentos e cestas básicas, que é um trabalho que sempre foi desempenhado pela Liga”, concluiu. (SECOM)

Compartilhe no:

Relacionados