Comissão destaca tranquilidade na execução das provas do Concurso do Corpo de Bombeiros do Tocantins


Executadas no domingo, 27, as provas do Concurso Público do Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins transcorreram em clima de tranquilidade. O processo seletivo está a cargo do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), acompanhado pela Comissão de Concurso da corporação.

Para o certame, foram estabelecidos 36 locais de provas em Palmas. Cerca de 30 pessoas atuaram de forma direta no acompanhamento como fiscais e outras funções de segurança representando o Cebraspe.

Como seriam duas categorias com vagas em disputas, ficou definido o período da manhã para quem se inscreveu ao cargo de Cadete, e o período da tarde, aos candidatos da função de Soldado 2ª Classe.

Segundo dados do Cebraspe, o certame atraiu 15.917 candidatos de várias partes do Brasil. Contudo, neste domingo, para a primeira etapa das provas que oferecem 115 vagas, houve um significativo índice de abstenção para as duas funções.

O Governo do Tocantins, por meio do Corpo de Bombeiros Militar, disponibilizou 100 vagas para o cargo de Soldado 2ª Classe, que atraiu 12.531 inscritos. E para a função de Cadete, 15 vagas foram abertas e disputadas por 3.386 pessoas inscritas.

O comandante-geral do CBMTO, coronel Reginaldo Leandro da Silva, afirmou que o momento é de grande importância para a corporação, tendo em vista a chegada de novos militares para somar aos trabalhos prestados à sociedade. “Nossa expectativa é muito grande para a chegada dessas novas turmas de militares. Estamos ansiosos e desejo sucesso a todos os inscritos que prestaram provas neste domingo”, disse o comandante.

Sem incidentes

Segundo o vice-presidente da Comissão de Concurso do CBMTO, tenente-coronel Maxuell dos Santos, a organização teve preocupação e cuidado com cada candidato e com a correta execução das provas. “Não tivemos nenhum problema ou intercorrência que pudesse prejudicar o andamento dos trabalhos da banca do Concurso Público, pelo contrário, o que a gente viu foi organização. A ideia de fazer com que as pessoas fossem ao concurso por subgrupos, em diferentes horários, para que não houvesse tumulto dos candidatos querendo entrar ao mesmo tempo, ajudou demais”, pontuou o tenente-coronel.

Já sobre a abstenção, o tenente-coronel Maxuell dos Santos disse que, “ainda que o número de ausentes tenha sido grande, a organização foi muito importante. Se todos tivessem vindo, também não teríamos tido problemas, por conta da organização que ficou muito boa”, completou.

Em meio à pandemia da Covid-19, a maior preocupação era com a segurança dos candidatos, e para isso, em cada sala de provas havia tudo o que o candidato precisasse para se proteger, com exceção da máscara, que é item pessoal e o edital já estabelecia que cada um estivesse com a sua e outras duas de reserva. “Todas as medidas de proteção foram tomadas”, garantiu o tenente-coronel Maxuell dos Santos. 

O Cebraspe e o Corpo de Bombeiros Militar vão divulgar os gabaritos das provas nesta terça-feira, 29. Já o resultado definitivo será publicado no dia 15 de julho.

Os classificados vão para a próxima etapa, o Teste de Aptidão Física (TAF), nos dias 7 e 8 de agosto.

Compartilhe no:



Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *