Comprovante de vacinação em locais de grande fluxo de pessoas passará a ser obrigatório em Palmas


A Prefeitura de Palmas está preparando um decreto para obrigar a apresentação de comprovante de vacinação contra Covid-19 para acesso a locais com grande fluxo de pessoas. A informação é do representante da Secretaria Municipal da Saúde, Alex Rodrigues Freitas, numa audiência administrativa, sexta-feira, 3, da 19ª Promotoria de Justiça da Capital, com a participação também da Secretaria Estadual da Saúde.

Obrigatoriedade da vacinação

O objetivo da audiência foi tratar da obrigatoriedade da vacinação contra a Covid-19. O promotor de Justiça Thiago Ribeiro Vilela, da área de defesa da Saúde, solicitou informações sobre as medidas adotadas para incentivar a população a tomar a vacina.

Ações do Estado

A superintendente de Vigilância em Saúde do Tocantins, Perciliana Joaquim Bezerra de Carvalho, disse que o índice de aplicação da vacina foi de 83,5% do total de doses recebidas. Ela destacou as iniciativas de divulgação adotadas pelo Estado para promover a adesão da população à vacinação, como o uso de carros de som, faixas, mídias sociais, entre outras.

Ações do município

O representante da Semus, Alex Rodrigues Freitas, contou que Palmas recebeu 190.614 doses de vacina e aplicou 186.739, ou seja, 97% do total. Segundo ele, 37 pessoas recusaram-se formalmente a receber o imunizante. Em relação às ações desenvolvidas pelo município para incentivo à vacinação, foi comunicado o uso de banners, fôlderes, matérias televisivas, redes sociais e ações como a Balada da Vacinação.

 (Com informações da Ascom do MPE)

Compartilhe no:



Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *