Tocantins - 21/10/2020 - 18:18

Deusimar concede reajuste salarial aos servidores da Educação em Aparecida

Postado em 15/04/2020

Compartilhe no:

O benefício, regulamentado por Medida Provisória, possibilita a valorização dos profissionais do setor no município

Os professores e servidores administrativos da rede municipal de Educação de Aparecida do Rio Negro foram beneficiados com reajuste salarial concedido pela gestão municipal. O ajuste passou a vigorar a partir do dia 1º de abril, conforme a Medida Provisória n° 02/2020, assinada pelo prefeito Deusimar Amorim observando a disponibilidade financeira do Município. 
A assinatura da medida ocorreu após reunião realizada com a presença de Deusimar, do secretário de Educação, Alexandre Oliveira, secretário de Finanças, José Barbosa, secretário de Administração, Luciano Braga, além do vice-prefeito Sérgio Felicíssimo.

O prefeito Deusimar informou que desde janeiro já reajustou os valores de acordo com o Piso, para os professores do nível I, e que todos os servidores já vinham recebendo as progressões, de acordo com o Plano de Cargos e Carreiras do Município. “Mesmo diante desta crise que os municípios vêm enfrentando com a pandemia no Brasil, que pode acarretar em uma queda nos repasses, o Governo Municipal decidiu conceder o reajuste, já que há algum tempo trabalhamos junto à Secretaria Municipal de Educação para conceder esse benefício”, ressaltou o prefeito.

Deusimar destacou ainda que a Administração já  estuda também o reajuste para os servidores da Saúde.

Reajuste

A Medida, que foi publicada no Diário Oficial do Município, estabelece que a partir do dia 1º de abril, todos os vencimentos dos profissionais da Educação sejam reajustados em: 6,7% para os professores e em 4,31% para os servidores administrativos.

Para o secretário de Educação, Alexandre Oliveira, o aumento foi uma conquista adquirida por meio do trabalho de todos, já que desde o ano de 2019 a Secretaria de Educação vem  desenvolvendo ações para que fosse possível conceder o reajuste para todos os servidores. “Dentre essas ações a gene destaca o PROFIEM (Programa de Formação Integral Ensina Mais) com a oferta de ensino integral para  120 alunos e a abertura de novas turmas de creche (para crianças de 0 a 3 anos). Com essas ações nós conseguimos aumentar os repasses do FUNDEB e conseqüentemente isso conribuiu para que pudéssemos conceder o reajuste aos profissionais”, reforçou.

Compartilhe no:

Relacionados