Tocantins - 20/01/2021 - 23:09

Festival de Artes das Escolas de Palmas revela talentos artísticos

Postado em 07/12/2018

Compartilhe no:

Performances artísticas de alto nível marcaram os dois primeiros dias do Festival de Artes das Escolas de Palmas (Faes), quinta-feira, 29, e sexta-feira, 30, com a revelação de talentos nas modalidades música solo, oratória, poesia, instrumental e banda vocal, das categorias infantil, juvenil e mista. O desempenho dos inscritos na 10° Edição do Faes sacudiu a plateia na Escola Municipal de Tempo Integral (ETI) Almirante Tamandaré, na quadra Arse 132, em Palmas.

As alunas Isadora e Naiele, intérpretes da música Paciência do cantor Lenine, representaram a Escola Estadual Vila União, concorrendo no canto solo da categoria Juvenil. Para elas, essa nova experiência causou um pouco de ansiedade, mas foi muito gratificante. Pela primeira vez elas se apresentaram em um festival.

O orientador de Isadora e Naiele, Maurédson Silva, saxofonista e licenciado em música, realiza o trabalho de canto nas escolas estaduais e municipais. Ao relatar o trabalho desenvolvido rotineiramente na escola ele salienta a qualidade musical das alunas. Maurédson ressaltou que se trata de uma canção de extrema dificuldade, pela variação de tom e por exigir diversas tonalidades. “Isso mostra que o nosso ensino segue o caminho certo. É muito gratificante participar do evento e mostrar para o público que temos alunos capazes de ganhar o mundo com a música e se tornarem independentes com aquilo que mais amam fazer”, relatou.

Segundo o professor, o apoio e incentivo da gestão da unidade em que trabalha foram fundamentais para poder mostrar todo o trabalho no Festival. A pequena Raquel da Silva representou a Escola Municipal Luiz Rodrigues Monteiro, de Taquaralto, com a interpretação da canção O Caderno do compositor Toquinho. Ao falar da sua apresentação, a menina disse que se sentiu ansiosa no início mas, que depois de ver a multidão, sentiu felicidade. Segundo a aluna, para não dar vez ao nervosismo “é só se soltar e sentir a música!”.

Para a orientadora de Raquel, a professora de teatro e musicalidade Val Reis, o trabalho de arte, teatro e música desenvolve o processo de criação das crianças. Ela enfatizou que ver essa criatividade é muito gratificante. Segundo Val, a desenvoltura da aluna mostra no Festival o fruto desse trabalho. A professora desenvolve as aulas com cerca de 480 crianças da mesma unidade. Ana Beatriz Silva Bezerra, aluna da ETI Almirante Tamandaré, relatou estar bastante contente com as apresentações que assistiu. Ela disse estar diante de algo diferente e frisou a importância do Festival em “mostrar as habilidades de cada escola e realmente revelar talentos”. Ressaltou ainda a expectativa de êxito e a capacidade da colega de escola de se destacar na disputa.

Faes 2018

Participam do Festival alunos das redes municipal, estadual e particular de Palmas. Ao final de cada dia são premiados os três primeiros colocados de cada modalidade e categoria. Todos os inscritos recebem certificado pela participação no Faes 2018. As apresentações seguem até a próxima segunda-feira, 03, com uma mostra das mais variadas artes trabalhadas nas escolas da Capital. O evento é realizado pela Secretaria Municipal da Educação (Semed).

Compartilhe no:

Relacionados