Tocantins - 19/09/2021 - 01:17

Foco no Fogo leva orientações aos moradores da região sudeste do Tocantins

Postado em 26/07/2021

Compartilhe no:

Finalizou nessa sexta-feira, 23, mais uma etapa das visitas que o projeto Foco no Fogo vem realizando nas propriedades rurais localizadas no interior do Tocantins. Desta vez, as ações ocorreram nos municípios de Paranã, Arraias e Almas. As equipes levaram para a população local informações sobre os riscos que as queimadas nesta época do ano podem trazer para a saúde e o meio ambiente.

Os trabalhos de conscientização são feitos por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e seus parceiros, membros do Comitê Estadual de Combate aos Incêndios Florestais e Controle de Queimadas no Tocantins (Comitê do Fogo). No total, já foram atendidos 23 municípios que apresentaram altos índices de queimadas no ano passado, de acordo com ranking do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e dados consolidados do Centro de Monitoramento e Manejo do Fogo (Cemaf/UFT). 

Segundo a titular da Semarh, Miyuki Hyashida, essa ação no sudeste do Estado é extremamente necessária devido às estatísticas de queimadas que esses municípios apresentam. “Até o momento, as equipes já visitaram propriedades rurais em 23 municípios. Conforme orientação do governador Mauro Carlesse, estamos avançando cada vez mais na educação ambiental levando informações a essas comunidades e, com isso, buscamos resultados positivos na redução de focos de calor”, enfatizou.

O projeto Foco no Fogo tem como objetivo promover ações preventivas, priorizadas pelo Governo do Tocantins, para orientar e conscientizar sobre o não uso do fogo no período de falta de chuvas que provoca altas temperaturas, baixa umidade do ar e também ventos fortes, que podem resultar em incêndios florestais, em razão de uma simples faísca de fogo do fundo do quintal ou de queimadas irregulares.

No último dia 19 de julho deste ano, foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE-TO), a Portaria n° 118, que suspendeu a emissão e a vigência das autorizações ambientais de Queima Controlada no Estado do Tocantins, no período entre de 20 de julho a 20 de novembro de 2021. A Portaria não se aplica às ações do Manejo Integrado do Fogo (MIF), desenvolvidas exclusivamente nas unidades de conservação de proteção integral e nas comunidades tradicionais do Estado do Tocantins.

Logística

A diretora de Desenvolvimento Sustentável da Semarh e coordenadora da parte logística das ações, Karynne Sotero, frisa que “o suporte e o interesse dos gestores municipais em auxiliar nas ações do projeto são essenciais para as equipes otimizarem ainda mais o tempo e alcançar o máximo de pessoas com as orientações e a entrega dos material informativo”. 

De acordo com o prefeito de Paranã, Fábio da Farmácia, levar informação sobre o fogo a todo cidadão, tanto na cidade quanto na zona rural, é de suma importância para diminuição dos incêndios na região. “Por conta do amplo território, todo o suporte é válido para que possamos atingir o maior número de pessoas com as orientações nesta época do ano. Ficamos muito gratos pela ação do Governo do Tocantins em contemplar o nosso município”, afirmou.

Ainda em Paranã, o produtor rural Adonilson Francisco dos Santos recebeu a visita de uma das equipes parceiras do projeto Foco no Fogo e frisou “o momento é de muita atenção e vigilância, principalmente pela facilidade que o fogo tem de se alastrar e entrar nas propriedades. Por aqui, na nossa chácara, fizemos o dever de casa e nos preparamos com o aceiro negro, o que nos deixa um pouco mais seguros, mas sempre alertas”.

Em Arraias, o secretário do Meio Ambiente do município, Armênio Vieira Junior, salientou “a região é uma das que mais apresenta focos de incêndios nesta época do ano, devido a fatores ambientais que propiciam a disseminação do fogo, dentre eles, a vegetação seca. Esse trabalho de educação ambiental que o projeto Foco no Fogo realiza busca exatamente munir a população de informações a fim de evitar as queimadas na região”.

Durante a passagem do projeto Foco no Fogo pelo município de Almas, diversos moradores buscaram informações com as equipes para conhecimento sobre como proceder para realizar denúncias e suporte em casos de incêndios. Dentre eles, a dona de casa Maria Ermice Rodriges. “Nos deparamos com o fogo dentro da nossa propriedade frequentemente vindo de fora, e a gente fica um pouco perdido, sem saber como exatamente proceder, durante e depois das queimadas. Com as orientações recebidas, agora, sabemos a quem recorrer e como buscar ajuda”, frisou.

Entre as ações de prevenção às queimadas, a Semarh publica o Boletim Diário de Riscos de Queimadas e possui também o WhatsApp Consciente. Por meio do número (63) 9 9988-0030, o cidadão poderá ligar para ter informações ou fazer qualquer denúncia sobre crime ambiental.

Parceria

Com as atividades do projeto Foco no Fogo, vem sendo realizada ação de assistencialismo, fruto de uma parceria com a Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas) e a Secretaria de Estado da Saúde (SES), que entregam cestas básicas com alimentos e kits de prevenção contra o novo Coronavírus (Covid-19), que contêm máscaras descartáveis e álcool em gel para famílias carentes da zona rural.

Além dos servidores da Semarh, participaram das ações nesta semana, representantes da Defesa Civil Estadual, do Exército Brasileiro, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), de prefeituras locais, Energisa e Corpo de Bombeiros Militar do Tocantins (CBM-TO).

As visitas nas propriedades da zona rural vão até o mês de agosto e as ações do projeto Foco no Fogo seguem obedecendo todos os protocolos de segurança e prevenção neste período de pandemia. Ainda serão atendidos os municípios de Pium, Pedro Afonso, Itacajá, Goiatins, Filadélfia, Luzinópolis, Angico, Riachinho e Ananás.

Compartilhe no:

Relacionados