Tocantins - 26/10/2020 - 09:32

Alvo da PF no Tocantins, funcionária dos Correios estaria se apropriando de encomendas

Postado em 12/05/2020

Compartilhe no:

Se condenada, a investigada poderá cumprir até 12 anos de reclusão pelo crime de peculato.

A Polícia Federal cumpriu, na manhã desta terça-feira, (12), um mandado de busca e apreensão na residência de uma funcionária da Empresa Brasileira de Correis e Telégrafos – ECT da cidade de Araguatins/TO. Aproximadamente seis policiais participam da ação. 

A ação policial tem como objetivo apurar apropriação, por parte da funcionária, de diversas encomendas postais, utilizando-se da facilidade de sua função. 

Se condenada, a investigada poderá cumprir até 12 anos de reclusão pelo crime de peculato. 

A Polícia Federal afirma que continua trabalhando para a manutenção da lei e da ordem, preservando o estado democrático de direito, seguindo todos os protocolos de cuidados do Ministério da Saúde em face da pandemia da Covid-19.

Compartilhe no:

Relacionados