Tocantins - 02/12/2020 - 12:36

Governador faz apelo a prefeitos e admite desejo de fechar divisas; Adetuc reúne operadoras de turismo no Jalapão

Postado em 16/03/2020

Compartilhe no:

Após reunião do comitê de crise contra o Coronavírus na tarde desta segunda-feira, 16, o governador Mauro Carlesse falou sobre a preocupação com as divisas e o controle do acesso de turistas no Jalapão.

Segundo os dados do governo, trinta prefeitos ainda não tomaram medidas como suspender as aulas, por exemplo, outra preocupação do Estado. “É importante fazer com que todos andem na mesma linha”, disse.

Ele fez apelo aos prefeitos para que entendam a gravidade.

Carlesse determinou reunião da Agência de Turismo com todas as operadoras que operam no local para as medidas de prevenção. “Neste momento estão tomando muita precaução para quem chega de fora …. Se eu tivesse poder de fechar as divisas eu fecharia, mas tenho que esperar o governo federal. Isso é uma medida federal”, disse.

Veja como foi a segunda reunião do comitê e as defesas de cada órgão:

Na tarde desta segunda-feira, 16, aconteceu no Palácio Araguaia a segunda reunião do comitê de crise contra o Coronavírus. O governador Mauro Carlesse chegou cumprimentando os demais poderes com o cotovelo.

secretário Edgar Tollini apresentou as principais informações sobre o coronavírus no Estado. “Temos zero casos confirmados até agora”, disse. São três casos suspeitos, ele confirmou .

Ele afirmou que apenas um caso preocupa o Estado. “É um paciente de 75 anos que fez um cruzeiro”, disse.

Tollini chamou atenção para o combate à informações falsas. “O vírus se prolifera muito rápido”, alertou. Ele falou da restrição para os equipamentos de segurança como máscaras, por exemplo. “Não podemos disseminar o pânico”, pediu aos demais órgãos.

O Estado vai receber 275 kits de testes rápidos por semana que estão feitos para os casos graves com base no histórico epidemiológico. “Não posso usar o kit em todos”, disse. O HGP tem 90 respiradores.

Nos próximos dias o Brasil pode chegar a 2 mil casos e o Tocantins a uns 30 casos, segundo o secretário. “Vai acontecer porque não somos uma ilha”, disse.

Tom Lyra ficará em quarentena

O secretário Tom Lyra vai ficar em quarentena assim que chegar ao Brasil, segundo o secretário. Ele estava na Alemanha e em Portugal.

Ministério Público: “não podemos ter histeria nem ceticismo”

A Procuradora Geral do MPE, Dra Maria Cotinha questionou sobre as medidas do governo. “Não podemos ter histeria nem ceticismo”, disse. Ela ponderou que suspendeu do atendimento ao público. O órgão alertou para a contenção da proliferação.

Ela falou ainda da suspensão das aulas no Estado e citou a falta de merenda escolar. “A promotoria da saúde está trabalhando junto com a da educação neste problema”, disse.

O MP citou ainda a importância da suspensão também nas escolas particulares. “É melhor pecarmos pelo excesso”, disse. Ela propôs que todos suspendam o atendimento ao público.

Sistema prisional

Um dos pontos mais discutidos na reunião do comitê de crise contra o Coronavirus foi a situação do sistema prisional. A OAB disse que os direitos deles estariam sendo desrespeitados com relação às suspensão das visitas de familiares.

Os atendimentos de advogados também estão suspensos. “Os demais estados também seguem essa orientação”, disse o representante do Estado, o Secretário Executivo da Seciju, Geraldo.

“Pelo menos a representação da Ordem fosse garantido o acesso ao sistema, por uma questão de direitos humanos… principalmente na situação dos presos cautelados”, pediu o presidente da OAB, Gedeon Pitaluga.

Compartilhe no:

Relacionados