Tocantins - 31/10/2020 - 23:01

Governador Mauro Carlesse lança segunda etapa de qualificação profissional para mulheres de baixa renda

Postado em 04/02/2020

Compartilhe no:

Cheias de expectativa e vontade de imprimir a identidade feminina em áreas de trabalho tradicionalmente masculinas, as alunas das primeiras turmas de 2020 do Projeto Jeito de Mulher participaram do lançamento da segunda etapa, no dia 3,  no auditório do Palácio Araguaia, em Palmas.

O Projeto de geração de emprego e renda executado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas)/Sistema Nacional de Emprego (Sine) beneficiou 210 mulheres de oito municípios do Estado em sua primeira etapa realizada entre 2016 e 2017.

O evento contou com a presença do governador do Tocantins, Mauro Carlesse, acompanhado da primeira-dama, Fernanda Mendonça Carlesse, o vice-governador Wanderlei Barbosa, representantes do poder judiciário, secretários de Estado entre outras autoridades.

Na ocasião, o governador do Estado, Mauro Carlesse, ressaltou que as mulheres já estão presentes em todas as esferas da sociedade, mas que é necessário lembrar  daquelas que tiveram menos oportunidades: “O Governo e sua equipe tem feito esse trabalho e é isso que queremos melhorar cada vez mais a vida das mulheres que tanto tem interesse e tanto precisam”. Durante o evento foi divulgada a abertura das inscrições para os cursos de qualificação que serão realizados nos municípios de Araguatins, Dianópolis, Guaraí e Gurupi.

Para o secretário do Trabalho e do Desenvolvimento Social, José Messias Araújo, qualificar a população é a forma mais eficaz de apostar em sua autonomia: “Esse Governo acredita que o lucro do poder público é atender as pessoas e guiados por esse lema lançamos a segunda etapa deste importante Projeto”, anunciou o secretário

As autoridades presentes realizaram a entrega simbólica dos kits de materiais didáticos, compostos de apostila, camiseta, crachá, caneta, caderno, lápis, borracha, e bolsa.

Entre as alunas presentes no evento, Maria do Carmo de Almeida Cavalcante, falou sobre suas habilidades e vontade de trabalhar como mecânica: “Já fiz o curso de assistente de obras e me ajuda muito, todo reparo na minha casa sou eu mesma quem faço. Estou com muita expectativa de aprender e ter a oportunidade de colocar em prática o conhecimento em mecânica”. Maria do Carmo é de Palmas e está matriculada no curso de Mecânica de Motor a Gasolina e Álcool (260h). Na Capital, serão oferecidas também as qualificações em Pedreiro (200 horas) e Mecânica de Injeção Eletrônica (160 horas).

Já Roberta Deodoro Matos é merendeira em Porto Nacional e viu, no curso de Derivados do Leite, a chance de se aperfeiçoar e aumentar a renda familiar: “Estou com muita vontade de adquirir novos conhecimentos, melhorar o lanche das minhas crianças e crescer profissionalmente”, declarou.

Além do lançamento, o evento contou com uma palestra motivacional proferida pela secretária estadual da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar, com o tema “A Educação como instrumento de superação”. Na ocasião, ocorreu também a aula inaugural com a palestra “A mulher na sociedade brasileira: relações sociais e desafios” que foi proferida pela doutora em Serviço Social e professora da Universidade Federal do Tocantins, Rosemeire dos Santos.

Sobre o Projeto

O Projeto conta com recursos de mais de R$ 880 mil do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, com contrapartida e execução do Governo do Tocantins.

O público alvo são mulheres preferencialmente de baixa renda, em condição de desemprego ou subemprego, e aquelas que almejam a inserção no mercado de trabalho para atuar em áreas consideradas tradicionalmente masculinas.

Além de participarem dos cursos gratuitamente, as alunas são contempladas com todo o material didático das aulas teóricas, os materiais e os equipamentos de segurança necessários para as disciplinas práticas, além de alimentação e vale-transporte.

Cada turma contará com 15 vagas, e serão feitas inscrições para um cadastro de reserva.

Araguaína – Eletricista de Instalações Comerciais e Residenciais (180 horas)

Araguatins – Produção de Derivados de Leite (80 horas);

Dianópolis – Produção de Derivados de Leite (80 horas) e Instalador de Alarme Residencial (80 horas);

Guaraí – Produção de Derivados de Leite (80 horas);

Gurupi – Produção de Derivados de Leite (80 horas) e Mecânica de Manutenção de Motocicleta (160 horas);

Paraíso do Tocantins – Mecânica de Manutenção de Motocicleta (160 horas) e Produção de Derivados de Leite (80 horas);

Porto Nacional – Mecânica de Manutenção de Motocicleta (160 horas), Produção de Derivados de Leite (80 horas) e Pedreiro (200 horas).

Compartilhe no:

Relacionados