Tocantins - 27/10/2020 - 22:57

Governo abre oficialmente colheita da safra da produção de grãos 2019/2020

Postado em 24/01/2020

Compartilhe no:

A produção de grãos no Tocantins é uma atividade econômica em expansão, batendo recorde a cada ano. O 4º levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) aponta que a expectativa é que a colheita de grãos seja superior a 5 milhões de toneladas de grãos. O Governo do Estado abre oficialmente a colheita da safra de grãos 2019/2020, na próxima sexta-feira, 31, a partir das 11h30, na fazenda Uruçu, km 47, localizada no município de Pedro Afonso, região nordeste do Estado.

O secretário da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro) César Halum, mostra-se otimista quanto à colheita na região centro-norte. “A Cooperativa Agroindustrial de Pedro Afonso (Coapa) é nossa parceira neste segmento agrícola por isso, vamos fazer a abertura oficial da safra de grãos nessa região que inclusive foi uma das pioneiras neste seguimento, sendo também uma das maiores produtoras de soja do Estado”, ressaltou.

Coapa

De acordo com informações da Coapa, a região compreende 13 municípios, sendo 283 cooperados, destes 142 plantam grãos, produzindo na última safra, 110 mil toneladas de soja, 32 mil toneladas de milho e 4 mil toneladas de sorgo.

Produção geral

A expectativa para produção de grãos no Tocantins na safra 2019/2020 é de superar a marca dos 5 milhões de toneladas de grãos, ultrapassando a safra anterior que produziu 4,8 milhões de toneladas, um incremento em cerca de 4,5%.  Dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) aponta que a soja continua sendo o principal grão cultivado no Tocantins, na safra 2018/2019 produziu 2,9 milhões de toneladas, a expectativa para a safra 2019/2020 é alcançar 3,2 milhões de toneladas, um aumento de 11%, representando 64% da área cultivada.

Jornada Tecnológica

Na ocasião, a Coapa realiza a 10ª edição da Jornada Tecnológica de Pedro Afonso e região, um dos principais eventos do agronegócio tocantinense. Na fazenda foi implantado um campo experimental, com área de 15 hectares, e cultivadas 23 variedades de soja para se observar aspectos como adaptação ao clima e tipos de solo, ciclo reprodutivo, resistência a pragas e doenças, e produtividade.

Os participantes conhecerão os resultados da pesquisa e recomendações para a safra 2020/2021. Além disso, 28 empresas e instituições parceiras irão expor novidades tecnológicas, produtos e serviços. Podem participar produtores, estudantes, técnicos e interessados no assunto. A inscrição é gratuita e deverá ser feita no dia da jornada.

Compartilhe no:

Relacionados