Tocantins - 20/06/2021 - 00:25

Governo do TO amplia a oferta de leitos e reforça que ações de controle ainda são necessárias

Postado em 25/03/2021

Compartilhe no:

Com o aumento de casos e uma maior disseminação viral ocorrida em todo território brasileiro, o Tocantins registrou, no mês de março, mais um pico da pandemia, ultrapassando dados de agosto de 2020, quando foram registrados 1.310 casos no dia 10 de agosto e 19 óbitos no dia 20 de agosto. Já em março de 2021, já foram confirmados 1.372 casos em um único dia (8 de março) e 22 óbitos no dia 10. Trata-se de uma situação que exige medidas firmes de adequação de toda rede de assistência, frente ao aumento de demanda, como também a abertura de novos leitos para atendimento dos novos casos, conforme determinação do governador Mauro Carlesse.

Em resposta ao aumento de casos, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) trabalha na abertura de mais 82 leitos de UTI Covid-19 e outros 52 leitos clínicos, distribuídos de norte a sul do Tocantins. Na rede pública, a previsão é que sejam abertos mais 16 leitos de UTI (dos quais, dez já estão em funcionamento) no Hospital Regional de Gurupi (HRG), mais 16 no Hospital Geral de Palmas e mais 20 no Hospital Geral de Gurupi. Já o Hospital Regional de Porto Nacional passará a contar com dez leitos de UTI. Outros 20 leitos, também de UTI, serão contratados na rede privada, sendo dez no Instituto Sinai, em Araguaína, e outros dez no município de Paraíso do Tocantins. No total, o Estado do Tocantins passará a ofertar, pela rede pública de saúde, o total de 228 leitos UTI Covid-19.

Já para a ampliação dos leitos clínicos, o Governo do Tocantins trabalha na abertura de mais 14 leitos no Hospital Regional de Paraíso do Tocantins, mais nove no Hospital Regional de Porto Nacional, outros nove no Hospital Regional de Guaraí, além de mais 20 no Hospital Regional de Araguaína. Estes novos 52 leitos, somados à capacidade já instalada, eleva a disponibilidade para 306 leitos clínicos. Em números totais, a Rede Pública de Saúde tocantinense passará a contar com 534 leitos, entre UTIs e Clínicos.

O governador do Tocantins, Mauro Carlesse, segue atento à situação e trabalhando com a gestão em diversas frentes: sanitárias, assistenciais, econômicas e de prevenção. O Governo do Tocantins já reforçou o interesse em compor o consórcio que fará a aquisição de vacinas contra a Covid-19. A pretensão é que o Tocantins adquira 1 milhão de doses do imunizante Sputinik V – que já está sendo aplicado em 51 países – para complementar as doses aplicadas pelo Plano Nacional de Imunização contra Covid-19 do Ministério da Saúde (MS).

“Nós já estamos trabalhando para adquirir 1 milhão de doses de vacinas. Além disso, isentamos o ICMS [Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços] para o oxigênio medicinal, até 31 de julho de 2021, e também adotamos diversas medidas administrativas para conter este vírus. Faremos o que for necessário e legal, vamos juntos vencer esta crise”, enfatizou o Governador. 

Para o secretário de Estado da Saúde, Edgar Tollini, não adianta bater recordes de abertura de leitos somente, é preciso que cada cidadão faça sua parte também. “Vamos nos manter em uma posição de responsabilidade social, para que não aconteça o que já vem acontecendo em 20 estados do país, cuja taxa de ocupação de leitos clínicos e de UTI já é 100%. E isso não se refere apenas à área pública, mas também às unidades de saúde da rede privada. O Governo está tomando todas as medidas possíveis para conter a pandemia, mas também é preciso compromisso da população. É notório que está havendo o aumento do número de pessoas internadas e de óbitos. É necessário o comprometimento da população com as normas de segurança”, afirmou.

Dados

O Tocantins já registra um total de 417.093 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 136.020 casos confirmados da doença. Destes, 115.280 pacientes estão recuperados e 18.855 estão ainda ativos (em isolamento domiciliar ou hospitalar), além de 1.885 óbitos.

Compartilhe no:

Relacionados