Governo do Tocantins promove ações do projeto Foco no Fogo no Jalapão


O projeto Foco no Fogo concluiu nesta sexta-feira, 16, mais um ciclo de visitas às propriedades rurais localizadas nos municípios de Mateiros e São Félix do Tocantins. As ações foram realizadas pelo Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e seus parceiros, membros do Comitê Estadual de Combate aos Incêndios Florestais e Controle de Queimadas no Tocantins (Comitê do Fogo).

As equipes já estão na estrada há mais de um mês percorrendo o interior do Tocantins levando orientações sobre os riscos que as queimadas, nesta época do ano, podem trazer para a saúde da população e ao meio ambiente. No total, já foram atendidos 20 municípios que apresentaram altos índices de queimadas no último ano, de acordo com ranking do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e dados consolidados do Centro de Monitoramento e Manejo do Fogo (Cemaf) da Universidade Federal do Tocantins (UFT).

Conforme a titular do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Miyuki Hyashida, levar o projeto Foco no Fogo à região do Jalapão é buscar aliar a sustentabilidade dos recursos naturais ao turismo. Os atrativos turísticos localizados nas Unidades de Conservação do Estado, bem como os pontos turísticos particulares necessitam de receber ações como esta. “O Governo do Tocantins, por meio da Semarh, e o Comitê do Fogo executam ações importantes de prevenção, combate e monitoramento, objetivando a preservação da fauna, da flora e dos recursos hídricos”.

A diretora de Desenvolvimento Sustentável da Semarh e coordenadora da parte logística das ações, Karynne Sotero, ressalta que “o Jalapão é um dos importantes polos turísticos do Tocantins, e o projeto Foco no Fogo cumpriu a agenda de informar, aos moradores, sobre a necessidade de evitar o fogo não autorizado, principalmente a queimada caseira, feita por alguns no fundo do quintal, que além de perigosa quando foge do controle, pode ocasionar danos aos pontos de visitações turísticas da região”. 

Em Mateiros, o prefeito João Martins Neto recepcionou as equipes e ofereceu o suporte necessário para a execução das ações. O gestor frisou que, “o momento é bem delicado e o trabalho desenvolvido pelo projeto é de fundamental importância, principalmente pelo alcance nas comunidades da nossa região mais distantes e de difícil acesso”. Ainda segundo o prefeito, “a expectativa é que possamos diminuir os focos de queimadas na nossa região depois das orientações dadas à população”.

Práticas sustentáveis

Além da conscientização sobre as queimadas durante as visitas, as equipes ainda propõem alternativas de práticas sustentáveis, como o Manejo Integrado do Fogo (MIF). Também é informado sobre como proceder nos casos de incêndios florestais. Os proprietários rurais recebem esclarecimentos sobre a importância de contar com o suporte dos profissionais na realização da queima controlada preventiva, para evitar incêndios de grandes proporções, e da necessidade de respeitar o período de suspensão dessas queimas.

“Ficamos satisfeitos em receber esse projeto aqui em nossa comunidade, uma vez que nem todos têm a consciência dos prejuízos que uma simples queima de folhas no quintal pode provocar aos que estão próximos e, quando descontrolado o risco se estende aos mais distantes”, afirmou o morador da zona rural do município de São Félix do Tocantins, Omário Bezerra da Cunha.

Parceria

Em paralelo às atividades do projeto Foco no Fogo, vem sendo realizada ação de assistencialismo, fruto de uma parceria com a Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas) e a Secretaria de Estado da Saúde (SES), que entregam kits de alimentos e kits de prevenção contra o novo Coronavírus (Covid-19), que contêm máscaras descartáveis e álcool em gel para famílias carentes da zona rural.

Além dos servidores da Semarh, participaram das ações nesta semana, representantes da Defesa Civil Estadual, do Exército Brasileiro, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), de prefeituras locais, da Energisa e do Corpo de Bombeiros Militar (CBM).

As visitas às propriedades rurais vão até o mês de agosto e as ações do projeto Foco no Fogo seguem obedecendo todos os protocolos de segurança e prevenção neste período de pandemia. Ainda serão atendidos os municípios de Pium, Pedro Afonso, Arraias, Paranã, Almas, Itacajá, Goiatins, Filadélfia, Luzinópolis, Angico, Riachinho e Ananás.

Compartilhe no:



Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *