Tocantins - 19/08/2022 - 06:13

Folha do Jalapão

Governo do Tocantins realiza projeto-piloto com veículo aéreo não tripulado para mapeamento ambiental

Postado em 08/03/2022

Veículo permite a captação de imagens e dados de alta resolução, gerando mapas detalhados que permitem o planejamento de ações

O Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), iniciou um projeto-piloto no município de Pium, região centro-oeste do Estado, para mapeamento e coleta de informações com a utilização de um Veículo Aéreo Não Tripulado (Vant).

O Vant permite a captação de imagens e dados de alta resolução, gerando mapas detalhados que permitem o planejamento de ações e apoiando os trabalhos de monitoramento do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e da base cartográfica do Estado.

O equipamento capta imagens e dados para detecção do regime hídrico (perene, intermitente e efêmero), elaboração de mapas hipsométricos (declividade e altimetria), além de possibilitar o levantamento de estoques de carbono de acordo com a características da vegetação.

O contrato para utilização da aeronave não tripulada foi realizado entre a Semarh e a empresa Xmobots Aeroespacial, por meio do Projeto de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS), com parte de recursos do Banco Mundial, e também, do próprio Estado.

Com os resultados do sobrevoo, que abrange uma área de 25 km², será feito um estudo para verificar a possibilidade de expandir o projeto e, possivelmente, integrar essas informações a sistemas como, por exemplo, o Sistema de Cadastro Ambiental Rural do Tocantins (Sigcar/TO).

Segundo o gerente de Informações e Inteligência Ambiental da Semarh, Rodrigo Barbosa, trata-se de mais uma contribuição da ciência, de fundamental importância para o enfrentamento das alterações climáticas e para o monitoramento das áreas no Estado. O acesso aos dados é relevante para o controle ambiental.

Rodrigo Barbosa explicou ainda que o sobrevoo não interfere nas atividades agropecuárias, não oferecendo nenhum prejuízo ao agricultor. “Serão escolhidos alguns pontos por área de interesse de forma aleatória para esse projeto-piloto, previamente ao trabalho de campo. A equipe comunicará, ao produtor, e solicitará autorização para a execução”, completou.  

As imagens coletadas servem, inclusive, ao agricultor para que ele tenha uma ideia da área de plantio. “As regiões de cultivo agrícola são as que requerem maiores demandas de monitoramento”, explanou.

Vant

O chamado Veículo Aéreo Não Tripulado (Vant), também conhecido como aeronave remotamente pilotada (ARP) ou drone (zangão), é todo e qualquer tipo de aeronave que pode ser controlada nos três eixos e que não necessite de pilotos embarcados para ser guiada.

Este tipo de aeronave é controlada a distância por meios eletrônicos e computacionais, sob a supervisão de humanos, ou mesmo sem a sua intervenção, por meio de Controladores Lógicos Programáveis (CLP). Após a coleta, utilizam-se softwares específicos para processamento dados e posteriormente produção de mapas e relatórios para uso público e da gestão.

(Secom-TO)

Compartilhe no:

Relacionados