Tocantins - 04/12/2021 - 10:43

Folha do Jalapão

JULHO CORAL: Lagoa do TO realiza ações no mês de conscientização dos direitos e deveres da criança

Postado em 28/07/2021

A Secretaria Municipal de Assistência Social está buscando conscientizar os moradores quanto aos direitos e deveres das crianças e adolescentes por meio de ações realizadas pelas redes sociais de forma informativa

O mês de julho foi escolhido para tratar de um importante tema que aborda mais uma vez a proteção às crianças e adolescentes: os direitos e deveres que estão no Estatuto da Criança e do Adolescente (Eca). O Julho Coral tem o objetivo de despertar na sociedade o tema.

Em Lagoa do Tocantins, a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, está executando ações para conscientizar a comunidade sobre o tema. A campanha “Direito de Ser Criança” é realizada pelas redes sociais devido à pandemia do coronavírus.

A secretária responsável, Elenilsa Cerqueira, reforça que a campanha pretende chegar a todos os lagoenses. “Apesar da pandemia, queremos chegar a todos os moradores e conscientizar para a importância de nossas crianças e adolescentes terem seus direitos e também cumprirem os seus deveres de forma plena, e que todos os pais possam respeitar isso, bem como toda a sociedade”, disse.

Entre as ações, nesta terça-feira, 27, a equipe do Conselho Tutelar do Município esteve em entrevista na Rádio Criativa FM no Programa “Bom Dia Cidade” com o apresentador Raimundo Nonato. Os conselheiros Cleiton Vieira e Fábio Aquino destacaram os direitos e deveres das crianças, aprofundando o assunto, como o dever de frequentar a escola, respeitar os familiares, direitos de brincar e ter saúde, educação, esporte e lazer.

A equipe de assistência social gravou ainda um vídeo abordando o significado e a motivação da campanha, com o objetivo de divulgar os direitos e deveres da criança. Durante o vídeo postado nas redes sociais, a presidente do Conselho Tutelar, Marilza da Conceição, explicou sobre o surgimento do ECA e aprovação da Lei que instituiu o Estatuto.

Compartilhe no:

Relacionados