Tocantins - 03/12/2020 - 01:28

LIZARDA: Aumento de pessoas infectadas pela covid-19 é preocupante

Postado em 16/07/2020

Compartilhe no:

O Município teve um aumento de casos do novo coronavírus nesta semana. Secretaria Municipal de Saúde reforça cuidados e orientação a população. O secretário Municipal de Saúde, Laércio Batista Nunes, falou sobre o trabalho da equipe de Saúde do Município e a importância da colaboração da população para diminuir a incidência de novos casos.

Na região do Jalapão, o Município de Lizarda se destaca por suas belezas, hospitalidade da população e pela distância das demais cidades. Mas o difícil acesso ao Município não impediu a chegada do novo coronavírus. Já nos primeiros diagnósticos no início da pandemia, o primeiro veio a óbito, assustando a população.

Lizarda teve seu primeiro caso no dia três de maio, e após mais de 60 dias sem nenhum outro diagnóstico, nesta semana novos casos foram registrados, totalizando 17 infectados.

O secretário de Saúde do Município, Laércio Batista Nunes, falou à Folha do Jalapão sobre a reação da população. Para ele, um dos motivos para o aumento de casos vem do deslocamento constante dos moradores. “Já temos uma contaminação bastante significativa no nosso município, dadas as condições geográficas que possuímos, fazemos fronteira com dois estados, Piauí, Maranhão e ainda por cima, as outras divisas com municípios do nosso estado, também as constantes entradas e saídas de pessoas, dado que o município não dispõe das condições econômicas para suprir as necessidades da nossa população, assim como a necessidade de serviços bancários e jurídicos, fazendo com que as pessoas as vezes precisem deslocar para resolver essas coisas. E infelizmente, como as pessoas não tem o devido cuidado, acabam se contaminando e isso passa a se disseminar na comunidade”, explicou.

Orientação

Ainda que os órgãos sanitários realizem o árduo trabalho contra a disseminação do vírus, a real solução só depende da população e a prevenção de cada um. Por isso, o secretário reforma que as medidas de prevenção são essenciais. “Hoje a gente considera que nós já temos uma contaminação comunitária, por isso a gente solicita a toda a comunidade que redobre os cuidados para justamente evitar um mal maior. Temos um grupo grande de idosos a gente precisa melhorar muito essa questão da orientação das pessoas, melhorar no sentido de que as pessoas precisam se conscientizar mais. Fazer muito mais pelo coletivo, para que a gente possa controlar esses números, tratar os doentes e prestar assistência àqueles que estão sendo monitorados ou os casos suspeitos”, salienta.

Protocolos

A Secretaria de Saúde tem atuado seguindo os protocolos dos órgãos superiores, como do Ministério da Saúde. “Nós temos feito um trabalho de acompanhamento dos infectados. Tão logo o paciente é testado positivo, já é feita a orientação, a notificação e ele naturalmente  passa a ser acompanhado pelo serviço profissional, seguindo os protocolos da Organização Mundial de Saúde, do Ministério da Saúde, da própria Secretaria de Estado da Saúde que tem realizado esses protocolos do tratamento de sintomático, e também da nossa equipe de profissionais que fazem o cuidado para que essas pessoas não venham a infringir as regras de isolamento social e assim possam contaminar mais pessoas”, disse ele.

Laércio explica ainda que, a equipe médica tem procurado acompanhar o isolamento por contato telefônico. “Qualquer solicitação que o paciente fizer à equipe de saúde, a gente dá o retorno necessário. Passamos, notificamos e orientamos através de uma ficha contendo todos os itens pra que ele possa cumprir o isolamento social, algumas medidas, por exemplo, que, naturalmente o paciente não tem conhecimento que pode ser uma prática que leve a contaminação dos outros, familiares ou enfim das pessoas que convivem com ele. Portanto a gente acompanha sim esses infectados, que faz parte do nosso protocolo também e por ser uma medida essencial no combate a proliferação em massa”.

Trabalho em equipe

A pandemia mudou a rotina de todos os lizardenses, e para a equipe de Saúde não foi diferente. A equipe da Secretaria tem executado os trabalhos de contenção desde o início do período pandêmico, com a elaboração de planejamento, criação do plano de contingência, reunindo as condições para fazer o enfrentamento. Toda a equipe recebeu Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s), com os materiais, os insumos necessários pro enfrentamento. A população é orientada constantemente, por meio de anúncios, gravação de vídeos, colocando nas redes sociais para que as pessoas tomassem os devidos cuidados, a notificação dos comerciantes, blitz juntamente com a Polícia Militar Vigilância Sanitária e Endemias.

“Então a gente buscou realmente fazer um trabalho nesse sentido inicialmente, e demos continuidade implementando barreiras sanitárias, orientando, cadastrando visitantes e orientando a população com os cuidados e distribuindo máscaras, regulando o fluxo na unidade básica de saúde e também reduzindo os atendimentos nas diversas especialidades, portanto a gente fez esse enfrentamentos. Agora a gente continua fortalecendo as nossas medidas de quarentena, de isolamento social, já reunimos novamente a equipe de enfrentamento, o comitê que a gente tem implantado no nosso município, liderado pela nossa prefeita Sussu, pela Secretaria de Saúde”, disse o secretário.

Quanto aos casos notificados e suspeitos, o secretário afirmou que está realizando os testes conforme a necessidade. “Já estamos com os casos notificados disponibilizando teste para pessoas sintomáticas, desde que siga o verdadeiro protocolo, também as medicações, EPIs, tudo que a gente pode realizar pra fazer esse enfrentamento, garantindo transporte na regulação para se deslocar pra capital Palmas. Desse modo a gente vai intensificar o trabalho, nos reunindo e fazendo um planejamento estratégico de acordo com Plano de Contingência, realizando também ações mais enxutas com eficácia até maior pra poder dar prosseguimento. Sabemos que esse momento é crítico em todo país, especialmente Estado do Tocantins, que começa a elevar em muito o número, de casos, a gente tem pedido e orientado pra comunidade que fica em casa”.

O secretário Laércio intensifica o pedido de colaboração para a população. “Que tome as medidas restritivas, que possam contribuir para o bem comum, para a saúde do coletivo”, conclui.

Compartilhe no:

Relacionados