Tocantins - 24/10/2020 - 20:02

Manoel Raimundo adotou Aparecida como sua casa – 1997-2000

Postado em 29/04/2020

Compartilhe no:

ESPECIAL – por Wenina Miranda –

Piauiense de nascimento e aparecidense de coração, Manoel Raimundo dos Santos Guedes foi o prefeito que colocou em funcionamento um centro cirúrgico no município

Natural de Santa Filomena, no Piauí, Manoel Raimundo dos Santos Guedes, 63 anos, chegou ao município em 1987, com esposa e filhos, para residir na cidade, deixando para trás a vida que havia construído em Miranorte. O ex-prefeito José Eurico Costa contribuiu bastante para a sua vinda para o município.


“José Eurico me chamou para vir para cá, pois grande parte da minha família já morava aqui. Naquela época ele me buscou em Miranorte para eu ingressar no grupo dele como candidato a vereador”, relatou Manoel.


O carinho pela cidade surgiu a partir de seu ingresso na política local. “O meu amor por Aparecida nasceu ali. Aqui é a minha casa, aqui que iniciei minha vida política e não vou dizer encerrei por que a gente sempre participa do processo político. Não penso em mudar por que amo Aparecida, amo esse lugar”, ressaltou.


Depois de ter ingressado na política em 1989, quando foi empossado no cargo de vereador, Manoel Raimundo seguiu sua carreira política, sendo eleito em 1992 para o cargo de vice-prefeito na chapa de Sebastião Pinheiro, para o mandato de 1993 a 1996.


Logo depois, Manoel Ribeiro se candidatou a prefeito do município e venceu com 1.700 votos para o mandato de 1997 a 2000. “Quando eu era vice, entendi que o prefeito deixou muito a desejar para com a comunidade. Então, tomei a decisão de ser candidato a prefeito para fazer o que não havia sido realizado, pois como vereador e vice-prefeito eu visitava todo o município e sabia das necessidades”,

Atuação


Como prefeito, uma das principais marcas de Manoel Raimundo foi o destaque dado à área da Saúde. “Quando tomamos posse em 1997 contratamos dois médicos, um clínico geral e um cirurgião, doutores Ivo e Edilson, que faziam aqui no pequeno hospital cirurgias de pequeno porte como de hérnia, laqueadura, retirada de pequenos caroços. Não precisava deslocar para Palmas, fazia aqui mesmo, foi um grande avanço para a comunidade. Fizemos funcionar o centro cirúrgico em uma cidade pequena, que muitos diziam que era impossível. Hoje isso não existe mais”, relatou.


Outro avanço obtido em sua gestão como prefeito foi o projeto Lavoura Comunitária, que foi aprovado pela população, beneficiando entre 40 e 60 famílias na cidade. “Nós preparávamos o terreno, conseguimos os insumos, fizemos o plantio do arroz e depois disso levamos famílias ali e loteamos a área e cada família teve direito a um lote. Na colheita contratamos a colheitadeira, e o que foi colhido beneficiou as famílias sem custo algum”, informou Manoel.


A região rural do município também foi priorizada em sua gestão. “Quando tomamos posse era um caos, muitas famílias ainda não tinham estrada até sua porta para o transporte poder levar. Assinamos um contrato para locação de uma máquina de esteira para abrir estradas na região de São Silvestre, Baixão, Chapéu Peto e ainda construímos 11 pontes com recurso do município, além de banheiros que fizemos nas residências”, frisou, destacando ainda a articulação para viabilizar a instalação da empresa Água Santa Clara, “fizemos terraplanagem na área para a instalação da indústria e fomos criticados na época, mas vimos a importância na geração de empregos”, concluiu.


Sobre a relação com o Legislativo, o ex-gestor enfocou, “não fui perseguido, fizemos uma gestão tranqüila, claro que tínhamos divergência com alguns vereadores, mas todas superadas”.

Hoje


Ao avaliar o desenvolvimento da cidade, Manoel Raimundo destaca que acredita que a cidade poderia estar ainda mais evoluída. “Aparecida hoje vejo que podia estar melhor, pois tem arrecadação razoável e não tenho conhecimento de obra construída com recurso do município”, afirmou. O ex-prefeito ressaltou que um dos seus anseios para a cidade é uma melhoria na área da segurança pública, com combate à criminalidade e ao consumo de drogas.


A política e os próprios cargos que ocupou possuem papel muito importante em sua trajetória. “Na minha vida política foi muito importante por que trouxe muito conhecimento, me deu condição de ajudar várias pessoas carentes na minha gestão de prefeito. Não sinto saudade de administrar Aparecida, pois já estou com idade mais avançada e não tenho mais essa disposição, mesmo não sendo candidato, sempre faço parte do processo ajudando, por que quero ver Aparecida com padrão de vida melhor”, reforçou.
Manoel Raimundo é divorciado, foi casado com Sirsa Maria de Brito Guedes e é pai de três filhos: Leandro, Aline e Sara.

(O jornal Folha do Jalapão está republicando a história de contribuição que cada ex-prefeito e o atual prefeito fez para sua gente aparecidense, em nenhum momento, estamos tentando promover um cidadão de Aparecida. Histórias vividas e contadas ).

Compartilhe no:

Relacionados