Tocantins - 02/12/2020 - 09:06

Moradores convivem há seis anos com cratera em avenida de Ponte Alta do Tocantins

Postado em 02/06/2019

Compartilhe no:

O problema já afetou estrutura de pelo menos três casas, de acordo com moradores. Cerca de 43 família precisam atravessar a erosão para trabalhar, ir a hospital e estudar.

Moradores cobram solução para uma cratera que se formou na avenida Estrela Sul, em Ponte Alta do Tocantins. A situação é antiga e já dura seis anos. Segundo a comunidade, pelo menos três casas tiveram a estrutura afetada por causa do problema. Uma família conta que teve metade da residência destruída, outra lembra que perdeu o quintal e na terceira, um alicerce que estava em construção foi engolido pela erosão.

Edilson Rodrigues da Silveira mora ao lado da cratera e tem medo de que ele seja o próximo afetado. Ele reclama do isolamento que as famílias vivem e como isso afeta quem mora no setor. O buraco ocupa um espaço grande, e por isso, pedestres precisam arriscar passagem nos barrancos quando precisam sair de casa para trabalhar e estudar.

“Nós estamos isolados pelo buraco. Tem que descer a ribanceira muito alta, e tem vezes que até cai porque desce e escorrega, cai dentro da erosão. Nós estamos isolados de ambulância, de viatura de polícia, carro do lixo. Não temos acesso a nada. Se uma pessoa adoece, a família tem que levar nos braços por uns 400 metros até ter acesso à uma ambulância”, comentou.

De acordo com os moradores, a avenida costumava ser bastante movimentada com a passagem de veículos. O Setor Sul abriga atualmente cerca de 43 famílias. Em um vídeo enviado por morador, é possível ver o tamanho da cratera que se formou. (Veja o vídeo)

O problema encontrado no bairro já havia sido mostrado pela TV Anhanguera e o G1 no ano de 2016. Na época, o prefeito da cidade, José Aparecido de Araújo, disse que até o mês de julho o serviço de pavimentação das ruas começaria.

Em março de 2018, a Prefeitura de Ponte Alta do Tocantins disse em nota que estava realizando aterros para diminuir os problemas no local. Afirmou que aguardava a liberação de recurso para dar início à obra, mas não deu nenhum prazo.

O Edilson Silveira, reclamou ainda que em seis anos não foram realizados serviços de manutenção para corrigir o problema. “A prefeitura até hoje nunca fez nada. Nunca chegaram a fazer nenhuma manutenção e obra de reparação. Essa erosão já existe há seis anos. E era uma avenida de movimento, causou um pequeno buraco no meio da estrada de terra, não fizeram nada e com a chuva ela foi crescendo”, comentou.

Resposta

A Prefeitura de Ponte Alta informou em nota que realizou no ano passado algumas ações para amenizar as erosões das avenidas Estrela Sul e Castelo Branco. Disse ainda que aguarda liberação de recursos para realizar as obras de recuperação no setor.

(G1 Tocantins)(

Compartilhe no:

Relacionados