Tocantins - 20/06/2021 - 00:40

Novo Acordo tem decreto de Emergência em Saúde 12 dias após distribuição de 600 litros de chope em praça pública

Postado em 15/01/2021

Compartilhe no:

Após realização de festa que promoveu grande aglomeração de pessoas em praça pública, os casos de Coronavírus voltaram a subir. A Prefeitura de Novo Acordo decretou no último dia 12, situação de Emergência em Saúde pública, proibindo aglomerações.

Os moradores de Novo Acordo terão novamente sua rotina alterada devido à pandemia do novo coronavírus. A Prefeitura Municipal decretou situação de emergência em saúde pública, por meio do Decreto nº 33, de 12 de janeiro. O documento estabelece medidas restritivas e determina ações preventivas para contenção do avanço e enfrentamento da Covid-19.

O decreto também proíbe quaisquer aglomerações de pessoas em locais públicos, incluindo comércio em geral, instituições bancárias, eventos como shows, qualquer tipo de festa, congressos, plenárias, torneios, jogos, tumulto em praias, rios, banhos e similares, e festas relativas ao carnaval.

Contradição

A medida é contraditória ao que ocorreu no dia 31 de dezembro no Município, em que os moradores usufruíram da distribuição de 600 litros de chope em praça pública, diferente de diversos municípios tocantinenses, inclusive a capital Palmas, que proibiram eventos e aglomerações nas festas de fim de ano. 

Antes disso, a Prefeitura já havia tomado diversas medidas restritivas também com a publicação de decretos, como uso obrigatório de máscaras, proibição de aglomerações e eventos, e instalação de barreira sanitária. As proibições, no entanto, não atingiram as campanhas eleitorais, assim como também em diversos outros municípios.

O boletim epidemiológico de Novo Acordo do dia 30 de dezembro registrava 127 confirmados, sendo 10 em quarentena domiciliar. Já no boletim da ultima quarta-feira, 13, o Município contava com 132 confirmados, sendo oito em quarentena domiciliar.

Compartilhe no:

Relacionados