Tocantins - 16/04/2021 - 06:11

Ministro da Saúde Pazuello divulga data de vacinação para dia 20: Estado está pronto para começar

Postado em 14/01/2021

Compartilhe no:

O governador do Tocantins, Mauro Carlesse, afirmou que o compromisso “é estar preparado para vacinar o tocantinense tão logo o Ministério da Saúde dê início à distribuição das vacinas”.

Enquanto aguarda a aprovação da vacina pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e as orientações do Ministério da Saúde (MS) sobre a imunização da população contra a Covid-19, o Governo do Tocantins, por determinação do governador Mauro Carlesse, já possui um Plano de Imunização. 

O Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou em encontro virtual com mais de 130 prefeitos, na manhã desta quinta-feira, 14, que a vacinação contra Covid-19 no Brasil começa na próxima quarta-feira, 20. A data foi definida contando com a liberação do uso emergencial das vacinas que estão sendo avaliadas neste momento pela Anvisa. A agência deve dar uma resposta no domingo, 17.

Para o governador, o compromisso “é estar preparado para vacinar o tocantinense tão logo o Ministério da Saúde dê início à distribuição das vacinas. Para isso, temos um estoque de seringas com agulhas necessárias e a logística definida para agilizar a entrega das doses aos 139 municípios”, garantiu Carlesse.

O Ministério da Saúde ainda não fez o comunicado oficial, porém, os prefeitos já anunciaram a data em suas redes sociais. “Anvisa liberando domingo, distribuem na terça para iniciar na quarta, dia 20. Ou seja: 8 milhões de doses para janeiro”, escreveu o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (DEM).

Ainda foi informada a quantidade de doses que será distribuída a cada mês. Segundo os prefeitos, Pazuello disse que serão 8 milhões em janeiro, 30 milhões em fevereiro e 80 milhões em abril.

Quem tomar a vacina terá registrada em sua carteira a data da vacinação, o tipo de vacina e o fabricante responsável pelo imunizante.

O Estado foi um dos primeiros entes federativos a apresentar o Plano Estadual de Imunização, além de participar efetivamente da construção do Plano Nacional de Imunização contra a Covid-19.  “Assim que as vacinas forem aprovadas e disponibilizadas, a Secretaria de Estado da Saúde está pronta para distribuir todos os imunizantes a cada um dos municípios tocantinenses, obedecendo às etapas dentro do processo de vacinação, que deve ser determinado pelo Ministério da Saúde”, afirma o superintendente em exercício de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Evesson Farias.

O Tocantins já possui, no Estoque Regulador Estadual, 466 mil seringas com agulhas para dar início à vacinação da Covid-19. Já comprou outras 117.200 unidades, aguardando somente a entrega, e está com processo de compra já licitado e concluído de mais 1.665.957. “Para o ano de 2021, estima-se o consumo de 2.521.660 seringas, levando em consideração a rotina de vacinação e as campanhas. Somente para a campanha de vacinação contra a Covid-19, é estimado o uso de mais 901.460 seringas, que serão utilizadas exclusivamente nos grupos prioritários elencados preliminarmente pelo Ministério da Saúde no Plano Nacional. Os processos para aquisição para reposição de estoques para 2021 já estão em andamento”, explica a gerente de Imunização da SES, Diandra Rocha.

Segundo o titular da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Edgar Tollini, “o Plano de Contingência prevê parcerias com Defesa Civil Estadual, Corpo de Bombeiros Militar, Forças Armadas e de Segurança (Exército, Aeronáutica, Marinha, Polícias Federal, Civil e Militar). E, se necessário, poderemos montar pontos de vacinação em universidades e escolas públicas e privadas, associações de moradores, instituições religiosas, órgãos públicos como Detran, além de shoppings, aeroportos, entre outras estruturas. As estratégias já estão todas organizadas e serão adotadas conforme a velocidade com que o Estado receber as vacinas”, afirma o gestor, acrescentando que “a Secretaria está apta a iniciar a distribuição das vacinas para os municípios o mais rápido possível após receber as doses. O imunizante será transportado em veículos refrigerados e monitorados por GPS, reforçando a segurança do processo”, pontua Edgar.

No Tocantins, está prevista para a próxima terça-feira, 19, uma reunião entre o MS, governadores e secretários estaduais de saúde, para tratar sobre a vacinação da Covid-19. “Acreditamos que, a partir desta data, já teremos um posicionamento sobre o início do processo de imunização em todo território nacional e tocantinense”, acrescenta Edgar Tollini.

A Gerência de Imunização da SES destaca que o número de salas de vacinação poderá chegar a 1.500, a depender do público-alvo e da estratégia a ser adotada pelos municípios para cada grupo. Para a campanha nacional de vacinação contra a Covid-19, o Tocantins conta com 314 salas de vacinação ativas e em média 534 vacinadores estão atuantes.

Compartilhe no:

Relacionados