Tocantins - 20/06/2021 - 16:45

Pré-candidatos iniciam corpo a corpo nas articulações pela Prefeitura de Novo Acordo

Postado em 28/04/2020

Compartilhe no:

A Eleição Municipal em breve começa a bater em nossas portas. Em Novo Acordo, muitos nomes são cotados para a disputa que escolherá o novo gestor do município.


As articulações políticas para a disputa à sucessão municipal em Novo Acordo, a 110 km da Capital, começaram a tomar contornos nos grupos da situação e da oposição no município. Os pré-candidatos iniciam suas manobras em busca de apoios que venham fortalecer a campanha eleitoral.

Muito conhecida por disputas eleitorais acirradas, a Cidade tem, por enquanto cinco pré-candidatos a Prefeito, mas alguns ainda aguardam o aquecimento das articulações políticas para definir as possíveis alianças. Ao que tudo indica, o município contará com três candidatos na disputa pelo maior cargo do Executivo.

Em entrevistas ao jornal Folha do Jalapão,  confirmaram que são pré-candidatos:  o vereador Helânio Gomes (PTB), a professora Deusany Batista (DEM), o jovem vereador Jordel Macedo (MDB), o secretário de Administração, Sildomar Pereira (MDB) e Marlin Andrade (PP). Alguns nomes já foram sinalizados para registrar candidatura entre 20 de julho e 5 de agosto. No entanto, cabe lembrar que alguns ainda podem ser alterados.

Helânio Gomes: vontade de servir o próximo

O cenário político de Novo Acordo conta com o nome do vereador Helânio Gomes, (PTB) como pré-candidato a prefeito do município. Participante ativamente na política há 20 anos, o vereador está em seu segundo mandato e tem atuação sólida e afirma que: “Política é o ato de servir. A gente tem falhas, não sou perfeito, mas tem 20 anos que estou lutando, fazendo um trabalho voltado para a comunidade, isso me credencia a ser pré-candidato a prefeito” ressalta.

Atuante nas áreas Social e Saúde, Helânio afirma que sem dúvida, a Secretaria de Saúde foi o grande aprendizado da sua vida e dali abriu um grande leque de comunicação com os municípios de Palmas, Paraíso, Miracema e Porto Nacional.  “Política é ajudar, você não vive para você, vive para os outros. Abdiquei de tudo da minha vida para fazer aquilo que eu gosto, mexer com gente, ajudar pessoas. Venho fazendo um trabalho com pouca estrutura, contando com apoio de alguns parceiros e minha determinação. Hoje se sou pré-candidato a prefeito de Novo Acordo foi porque plantei essa semente. Me sinto preparado, passei um ano e pouco aqui na Secretaria de Saúde, fiz o que estava no alcance, e depois a gente vem trabalhando junto com pessoas que vem ajudando a gente”, conta o vereador.

Aos 47 anos, casado com Luceni Gama, Helânio conta que se sente preparado para ser prefeito de Novo Acordo, “estou lançando minha pré-candidatura, se for da vontade de Deus e do povo quero andar, e quero entrar sem mágoa, sem rancor. As articulações políticas já foram iniciadas e não tenho dificuldade nenhuma com as lideranças. Vejo que Novo Acordo precisa de um gestor que tenha mais sensibilidade e eu estou preparado para isso. Não firmei candidatura a vice com ninguém ainda, por que acho muito precoce você falar fulano é meu vice, por que a partir do momento que você fecha isso aí, você já fechou a porta”, frisou.

As articulações do pré-candidato também se estendem ao âmbito estadual. “Tenho abertura muito grande do deputado Cleyton Cardoso que é um grande amigo e companheiro, tenho o apoio do deputado Waldemar Junior, e o deputado Toinho Andrade que é presidente do PTB, então temos os deputados que estão dando respaldo”, informou.

O pré-candidato ainda ressaltou, “meu trabalho é para lançar uma candidatura. Hoje sou pré-candidato majoritário. Não é que estou sendo radical, é que agora vou colher o que plantei, não vou abrir mão da minha candidatura. Só abro mão da minha candidatura se Deus achar que não devo ser. Novo Acordo é uma cidade pólo, quando fui secretário consegui trazer muitos recursos para cá. O turismo é uma coisa que tem que trabalhar e buscar mesmo, acho que é o grande alicerce do nosso Município”.

Se vi a ser o prefeito de Novo Acordo em 2021, Helânio aponta a Saúde como o principal foco de sua gestão. “A gente terá olhos para todos os setores, mas a saúde será o carro chefe. Também teremos projetos para desenvolver o Município a ter renda, como a implantação de uma faculdade aqui dentro, tanto pública como privada, e isso vai atrair investidores, toda região vai estar morando aqui. Agora a questão de bem-estar social, dos moradores, a saúde e educação é prioridade”, afirma.

Helânio concluiu a entrevista afirmando que ama a cidade e que sua família faz parte da história do município. “Novo Acordo é minha casa, tenho orgulho de ser novoarcodense, passei minha infância aqui. A única coisa que vejo que tem que acabar aqui em Novo Acordo para ter o desenvolvimento é essa politicagem, porque isso arrebenta. Precisamos do perfil de um prefeito que seja gestor de verdade, tenha sensibilidade com as pessoas, e que acabe com lado A e lado B, por que o que existe é um só lado, o lado do povo”, finaliza.


Professora Deusany Batista: Vontade de fazer mais

O nome da professora Deusany Batista (DEM), é um dos nomes que está cotado para a disputa eleitoral de 2020. Ainda pré-candidata, a professora de 61 anos apresenta um currículo cheio de experiências profissionais e vontade de fazer mais pelo município que afirma amar. “Eu acredito no povo de Novo Acordo mesmo, acredito também que posso fazer muito por esse município”, destacou a professora que ressalta estar mais preparada e que sua pré-candidatura nasceu desde que mora em Novo Acordo, “tenho vontade política, prestar meu trabalho e mostrar o que posso fazer por essa cidade”, ressalta.

A pré-candidata já foi vereadora por dois mandatos, secretária de Saúde nos anos de 1996 a 2000 e disputou a última eleição como candidata a prefeita, ficando em segunda lugar com 1099 votos.  Hoje Deusany tem um grupo de apoiadores bastante conceituado, contando com a sinalização positiva de deputados federais, como a professora Dorinha, vice-governador, governador do Estado, deputado Estadual Leo Barbosa e o senador Eduardo Gomes.

Ao falar de seus principais projetos, a postulante conta que sua intenção é que o município receba projeção nacional. “Quero levar Novo Acordo a ser reconhecida lá fora como uma cidade que tem um grande potencial turístico, investir na juventude, para que possamos ter geração de renda no município, e melhorar a situação econômica”, conta.

Ao ser questionada por que quer ser prefeita de Novo Acordo, Deusany enfatizou, “devido ao fato de a gente ser professora, conhecer a realidade da região e das pessoas, sabemos que podemos fazer mais. Não queremos criticar ninguém com relação a administração, cada um faz a sua, mas acho que a gente pode ter um olhar diferente, mais próximo do povo, participar mais. Fazer com que a comunidade participe da gestão, trazer mais pra perto, unir gestão e povo, mostrar que podemos fazer a diferença nesse sentido. Acreditar mais na juventude e entender que ela pode fazer o melhor pela cidade, pode desenvolver um trabalho de qualidade. Enfim, acreditar que em Novo Acordo existem pessoas capacitadas que podem desenvolver um trabalho, possa dar uma identidade para a cidade, mostrar que o município é capaz de crescer, no contexto do Estado do Tocantins”.

A pré-candidata sorri ao falar da cidade onde praticamente nasceu. “Para mim aqui é tudo, cresci, criei minha família, apesar de ser solteira tenho uma família de 13 irmãos e praticamente todos vivem aqui ou próximo daqui. Acredito que vou lutar por essa cidade até os últimos dias de vida, quero ver minha cidade cada dia melhor. Hoje eu coloco meu nome à escolha por que me vejo mais preparada, madura e com vontade de fazer melhor. Hoje nós temos um grupo grande, a nível municipal, nacional e estadual, isso traz muita certeza de que podemos fazer o melhor por Novo Acordo. A gente tem um diálogo bastante acentuado com os líderes políticos locais, sou realmente uma pessoa que não tem nenhum problema, sou política, não faço politicagem, tenho diálogo com todos os grupos, todas as pessoas interessadas no desenvolvimento da cidade”, concluiu.

Jordel Macedo: “O município ainda não teve nenhum prefeito jovem, a gente vem com essa opção nesse processo eleitoral

Ao confirmar sua pré-candidatura como prefeito de Novo Acordo, o jovem vereador Jordel Marcedo (MDB), 23 anos, diz que vem com a proposta de ser o nome novo, leve, sem rejeição. Ele ainda aponta como maior incentivo o apoio recebido da comunidade e da Câmara Municipal.

Ao falar da sua experiência na política, Jordel Macedo ressalta que aprendeu a ser administrador, pois vem de uma família empreendedora no município e reforçou que a juventude tem que participar do processo político. “O município ainda não teve nenhum prefeito jovem, então a gente é uma opção nesse processo eleitoral. O Brasil hoje já conta com muitos políticos jovens que buscam implantar exemplos de administração, é por isso e muito mais, que eu estou me colocando à disposição da sociedade como pré-candidato a prefeito, se assim foi possível, registrar a minha candidatura e ir em busca da vitória focando sempre no objetivo de fazer muito mais no Executivo Municipal”, ressalta o vereador.

Jordel ocupou seu primeiro cargo como vereador aos 19 anos, foi presidente da Câmara por um ano, período que para ele trouxe amadurecimento na administração pública. “Administrar a Câmara foi uma experiência magnífica, me trouxe muita maturidade, conseguimos fechar as nossas contas com aprovação, fizemos boas administrações, captamos recursos, utilizamos verba própria da Câmara e com isso a gente fez um trabalho exemplar. Vários mandatos anteriores à minha gestão não conseguiram deixar o que consegui.  Instalamos a garagem no prédio da Câmara, adquirimos um carro com recurso próprio pago à vista, no valor de R$ 53.100,00 em apenas sete meses de gestão”, ressaltou o pré-candidato.

O pré-candidato afirma que a palavra mudança é forte e que a juventude tenha muita sabedoria e conhecimento, mas não descarta em nenhum momento a participação dos políticos experientes. Jordel conta ainda que seu nome nasceu para a disputa após o prefeito anunciar que não iria concorrer à reeleição. “Fui convidado para ir para o MDB para colocar o meu nome na pré-campanha, é uma honra, e eu não poderia dizer que não aceitaria ser candidato a prefeito por um grupo tão bonito, que é o maior partido hoje de Novo Acordo, formado pelo MDB”.

Sobre as articulações, Jordel conta que a família é sua base, que de lá veio o sinal positivo, depois ouviu as lideranças, amigos, principalmente as famílias mais velhas. Estamos fazendo essa articulações, calmamente, tranqüilo, para poder mostrar nossa proposta, nosso carisma, humildade e vontade de tentar fazer uma nova política”, conta.

Ainda em articulações, o vereador enfoca que o momento seu nome é para a majoritária, que não há nenhuma pretensão na vaga de vice. Caso haja algum impedimento de não poder ser o candidato a prefeito, ele afirma que disputará a reeleição como vereador. “Eu não estou querendo atropelar o processo dentro do grupo, coloquei meu nome à disposição, não por falta de nomes, mas por ser solicitado, eu estarei no grupo da base o tempo todo. Se a sociedade entender que não é meu momento, vou amadurecer, com obediência, carisma, manter esse mesmo jeito de ser, até chegar a hora, porque tudo é advindo de Deus”, concluiu.


Sildomar Pereira: “Quero ser prefeito para fazer uma administração com seriedade”

O secretário de Administração Sildomar Pereira (MDB), 57 anos, é outro nome cotado como pré-candidato a prefeito de Novo Acordo. Filho do município, ele exerce o cargo de secretário municipal em três mandados.

Um dos fatores positivos para o pré-candidato é o bom relacionamento que sempre teve com o gestor, a experiência e convivência de bons momentos na gestão que lhe credenciam hoje o desejo de ser o gestor do município. “Ao contrário de muitos que se preparam para a campanha, eu primeiro me preparei para administrar o município.  Hoje tenho conhecimento, experiência e maturidade. Isso me faz acreditar que estou preparado para conduzir a gestão e dar a minha contribuição para o desenvolvimento de Novo Acordo”, frisa Sildomar.

Conhecer de perto cada morador e saber da necessidade de cada um facilita mais para o pré-candidato ao pontuar alguns acertos da gestão. “Sempre fiz questão de acompanhar as ações de cada secretaria, sempre me colocando como colaborador, estive a cada momento a disposição do prefeito para atender as reivindicações do povo. Não tenho dúvida que contribui para um Novo Acordo melhor, hoje temos uma Prefeitura que tem créditos, que paga os fornecedores e funcionários em dia, que realizou obras. Sempre estivemos a serviço da comunidade”, pontuou.

Sildomar afirma que está aberto para agregar forças no grupo de base. “Não tenho nada contra os nomes, muito pelo contrário, vejo isso como uma opção para que a população possa decidir pelo melhor. Eu coloco o meu nome pela experiência, sinto que estou preparado para administrar Novo Acordo. Estou fazendo minhas articulações, levando minhas propostas em busca de apoio, mas se for escolhido outro nome, vamos nos unir para trabalhar em prol do melhor para o município”.

Ao pontuar suas prioridades, caso venha ser o prefeito em 2021, Sildomar afirma: “dar mais credibilidade aos secretários, não que não tenha, mas quero aumentar, ampliar mais ainda os esforços de todas as pastas e investir no turismo, pois entendemos que esse também pode ser um carro chefe que pode alavancar o município. Vamos construir um plano de governo ouvindo a população. Transformar a mente pelo conhecimento, atendendo no dia a dia a necessidade da população”, resume.

O trabalho prestado nesses últimos três anos, proporcionou maior amadurecimento ao secretário que conta dos momentos de crise e dificuldade que o município passou. “Nesse período a gente sofreu no combate às dificuldades que tivemos que passar, isso me trouxe mais conhecimento, mais amadurecimento para hoje dizer que estou pronto para administrar Novo Acordo, quero ser prefeito para deixar meu legado na história de nossa cidade”, concluiu Sildomar. 

Marlin Andrade: “Levanto a bandeira da política justa e sem gastos”

O empresário do ramo farmacêutico, José Marlos Oliveira de Andrade (PP), conhecido como Marlin, é outro nome a aparecer no cenário político de Novo Acordo e que pretende disputar a eleição em outubro de 2020. A vontade de fazer a mudança política em Novo Acordo foi o que impulsionou a sua pré-candidatura como ele mesmo conta ao Folha do Jalapão. “Sou filho dessa minha amada cidade com família conceituada na política, coloco meu nome à disposição na pré-candidatura a prefeito, por analisar a necessidade da mudança política da cidade em que disputas entre grupos políticos grandes não favorecem o povo mais humilde”, disse.


O pré-candidato destaca que vê na política a esperança para ajudar o Município a se desenvolver, a para isso tem apresentado muitas propostas às famílias novoarcodenses. “Vivencio de perto a dificuldade de cada classe, não tenho rejeição ou algo que me desabone nem politicamente nem socialmente. Minha honestidade e integridade moral são meu carro-chefe para a campanha, tendo livre acesso a todas as famílias de Novo Acordo. Levanto a bandeira da política justa e sem gastos por acreditar que a administração de uma cidade se inicia na campanha”, comenta.


Para o postulante, os projetos para o Município adentram diversas áreas que devem alavancar a economia local, com projeto principal para o fortalecimento no turismo – investir mais na juventude, por já ter sido secretário da juventude – e por conhecer de perto os anseios dos jovens. “Como cristão e defensor da família tenho projetos para desenvolvimento e geração de empregos e renda com investimentos no turismo e na agricultura familiar, fortalecendo assim o comércio e trazendo oportunidades para jovens e adolescentes com bolsas de estudo e um calendário festivo e esportivo, tendo grande aceitação na juventude. O povo me intitula como o ‘Novo’, na certeza da renovação do processo político, acreditando em melhorias na comunidade como um todo, sem perseguição ou discriminação”, frisou.


De acordo com ele, as articulações no âmbito estadual e municipal estão acontecendo, tendo apoio da Senadora Katia Abreu e a deputada Estadual Valderez Castelo Branco. “Isso traz notoriedade ao Município com a força feminina e com o sólido partido PP, que tem uma das maiores representatividades nacionais. Trago o anseio da população em uma nova forma de governar com respeito, honestidade, jovialidade acessibilidade com carisma e responsabilidade. Hoje estamos discutindo com o povo, sou uma pessoa para o diálogo, faço parte da base do Governo, acho que todo diálogo que vier será aproveitado para o bem da população. Quero ser prefeito por conhecer de perto, tenho anseio de ajudar o povo, vejo a necessidade do povo e a necessidade da mudança”, concluiu.


Marlin é casado com Alessa das Graças Silva Leitão, já foi professor, secretário de Esportes do Município durante a gestão da ex-prefeita Eliane Coelho, e secretário Municipal de Agricultura na administração do ex-prefeito José Coelho. Atualmente é funcionário público e empresário. O pré-candidato é bastante cobiçado pelos demais candidatos para a composição de alianças, por ser um nome novo que pode vir a ter boa aceitação no município.

Compartilhe no:

Relacionados