Tocantins - 06/05/2021 - 19:36

Prefeita de Palmas diz que cidade deve receber aproximadamente 200 mil doses de vacinas através de consórcio

Postado em 17/03/2021

Compartilhe no:

A lei que permite que o município participe do consórcio foi aprovada por unanimidade na Câmara dos Vereadores e está sancionada.

A prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro (PSDB), disse nesta quarta-feira (17) que a cidade deve receber aproximadamente 200 mil doses de vacinas contra a Covid-19 através da compra direta do consórcio formado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP). A lei que permite que o município participe do consórcio foi aprovada por unanimidade na Câmara dos Vereadores e está sancionada.

Pelo texto, a FNP fará a negociação direta com os laboratórios farmacêuticos para negociar melhores condições de compra. Ainda não foi informado qual o fabricante do imunizante que será adquirido. A prefeita disse que o número é uma projeção e que o total exato só poderá ser divulgado após uma assembleia marcada para o dia 22 de março. Não foi informado um prazo para o recebimento das vacinas.

Vacinas em unidade de saúde de Palmas — Foto: Letícia Queiroz/G1

Quando a lei foi aprovada, a FNP afirmava que só faria a compra de vacinas se ficasse evidenciado que o Ministério da Saúde não conseguirá atender a toda a demanda por vacinas sozinho. Não está previsto o uso de recursos do município para a compra das vacinas.

No final da manhã, o governador do Tocantins informou que participou de uma reunião para tratar da formação de um consórcio entre os estados da Amazônia Legal. O objetivo é comprar doses da vacina russa Sputnik V, produzida pelo Instituto Gamaleya. A previsão do Palácio Araguaia é que seja feita a compra de até um milhão de doses.

Compartilhe no:

Relacionados