Tocantins - 25/07/2021 - 10:18

Prefeitura de Santa Tereza é parceira de agricultores na produção de Silagem

Postado em 07/05/2021

Compartilhe no:

os produtores rurais que tem como base a produção de leite contam com o apoio da Secretaria Municipal de Agricultura, que realiza todo o processo da silagem. A zona rural também está recebendo a manutenção das estradas vicinais.

Os agricultores de Santa Tereza do Tocantins, além de toda a assistência para o preparo do solo durante o plantio, contam também com um apoio exclusivo da Secretaria Municipal da Agricultura: a silagem, que é a produção de ração para os animais durante o período de seca, quando a alimentação natural do gado fica escassa.

Os produtores de leite da zona rural tem o serviço todo executado pela Secretaria. De acordo com o secretário da Pasta, João leite, “cerca de 10 produtores são atendidos neste ano, com a previsão de armazenamento de aproximadamente 200 toneladas de ração”, explicou.

A Secretaria realiza o plantio do milho por produtor, para que não haja choque no atendimento para as colheitas. Após colhido, o milho é beneficiado na máquina adaptada a um trator, onde o alimento é prensado. O armazenamento é feito com a ajuda da caçamba e mais um trator, também da Prefeitura Municipal.

Com a silagem, a população tem a garantia da produção do leite para o consumo no Município, bem como a produção de seus derivados.

Estradas vicinais

Outro atendimento que vem sendo realizado pela Secretaria Municipal de Agricultura é a manutenção das estradas vicinais, que vem ocorrendo desde o início do mês. “Priorizamos as áreas mais degradadas, que necessitam de atendimento imediato. Mesmo não finalizando as regiões neste momento por casa dessas áreas prioritárias, voltaremos para cada uma para a conclusão dos trabalhos”, explica o secretário João Leite.

Desde o início do mês foram realizadas manutenções nas estradas principais das regiões Teima, Caracol, Cândidos, e, São Raimundo. “Não vamos deixar nenhum produtor sem ser atendido. Iremos concluir os trabalhos até fazer todas as propriedades. Estamos também mapeando todas as estradas para obter a quantidade de quilometragem exata”, conclui João Leite.

Compartilhe no:

Relacionados