Tocantins - 02/12/2020 - 12:24

Produtores rurais da região de Pedro Afonso conhecem potencial de híbridos do milho

Postado em 15/06/2020

Compartilhe no:

A Cooperativa Agroindustrial do Tocantins (Coapa) promoveu na tarde do dia 10 de junho, uma visita técnica à área experimental de milho
instalada na Fazenda Barragem, no município de Bom Jesus de Tocantins. A atividade seguiu as normas de prevenção ao Covid-19 e contou com a
participação de um pequeno número de produtores rurais associados que usaram máscaras.


Na propriedade do cooperado João Fernandes Pereira, conhecido como “João Português”, foram cultivados 35 híbridos, alguns resistentes a
lagarta, praga mais comum dos milharais, em uma área de 20 hectares.
Durante o tour tecnológico, os técnicos das empresas sementeiras parceiras da Coapa na pesquisa destacaram o potencial das cultivares no que
diz respeito à sanidade e produtividade, além de darem dicas sobre manejo de solo e controle de possíveis pragas.


As explanações foram feitas pelos representantes da LG Sementes (Sidnei Luchese), Forseed (Evaldo Godinho Gilo) e KWS (Daniel Engel e Miguel
Nascimento). Os prossionais também tiraram dúvidas dos participantes.
Todos os híbridos de milho apresentados estão disponíveis aos produtores rurais interessados em cultivá-los na safra 2020/2021. Para adquirir é
só procurar a Unidade Técnica/Comercial da Coapa ou ligar no telefone (63) 3466-2003.


Pesquisa


Na safra 2019/2020 foram implantados dois campos experimentais com área total de 35 hectares: um na Fazenda Barragem, em Bom Jesus do
Tocantins, e outro na Fazenda Uruçu, em Pedro Afonso, onde na última semana também ocorreu uma visita técnica.
O objetivo é identicar materiais que melhor se adaptem à região no que se refere à sanidade e produtividade

Com ciclo de 120 dias, o plantio do “milho safrinha” ocorreu no nal de fevereiro. Já a colheita acontece entre os meses de junho e julho.
As sementes usadas nos experimentos foram disponibilizadas pelas empresas parceiras LG, Forseed, KWS, Sementes Santa Helena, SeedCorp,
Syngenta e Uniggel Sementes. (Fonte: Conexão TO)

Compartilhe no:

Relacionados