SANTA TEREZA: Produtores participam de reunião para prevenção de queimadas durante período de estiagem


Em encontro realizado nesta terça-feira, 27, pela Prefeitura de Santa Tereza, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, os produtores rurais do Município receberam orientações quanto à legislação e combate a incêndios, e conheceram a Brigada Civil Municipal.

Os produtores rurais da Cidade de Santa Tereza do Tocantins participaram de um momento bastante produtivo na noite desta terça-feira, 27, realizado pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Dentre diversos assuntos, foi abordado sobre os tipos de queimadas que trazem benefícios ao solo e também foi exposto sobre os incêndios florestais e seus malefícios.

Na ocasião, o prefeito Antônio Campos deu as boas vindas aos proprietários rurais, e ressaltou que “a agricultura é a principal economia do Município. A gestão tem procurado cada vez mais dar atenção a esse segmento que gera emprego e renda. Agradeço a presença dos que vieram de várias regiões do Município e já solicito que todos possam levar as informações aos vizinhos que não estiveram participando da reunião”, comentou.

Orientações

O encontrou contou com a presença da Assessoria da empresa Arius Ambiental, com o objetivo de levar aos produtores informações referentes aos focos de incêndios e recomendações do Ministério Público Estadual do ano de 2020, e também acerca da Portaria nº 118 de 19 de julho de 2021 do Naturatins que suspende a emissão e vigência das Autorizações de Queima Controlada no Estado do Tocantins.

Além das informações necessárias, foi também repassado aos produtores rurais orientações quanto às técnicas agrícolas usadas no que se refere à limpeza de áreas para plantio, que muitas vezes não precisam ser feitas através de queimadas.

O secretário Municipal de Meio Ambiente, Roberto Campos, enfatizou que a faixa de domínio é de propriedade do Governo do Estado, e por muitas vezes os incêndios iniciam-se nessa faixa, já que não é realizada a roçagem. “Em sete meses de gestão implantamos a Defesa Civil, a Brigada de Incêndio que era uma demanda por parte dos produtores rurais, que já podem fazer seu agendamento na Defesa Civil. É um benefício grande que já tem tido resultados com os atendimentos em nosso Município”, disse Roberto.

Na oportunidade, os produtores rurais puderam conhecer os integrantes da Brigada Civil Municipal, que é coordenada pelo chefe da Brigada, Adi Silvério, além do coordenador de Defesa Civil do Município, Lucas Oliveira.

A Engenheira Ambiental Dircivania Marques da Arius Ambiental salientou a importância dos aceiros nas propriedades que é o primeiro cuidado que deve ser implantado na propriedade. Já o engenheiro ambiental João Paulo Calçado, também da empresa Arius, repassou informações acerca das tratativas que poderão ser feitas com a Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto) referente às faixas de domínio do Estado.

Participação

O Produtor Rural Idamar, da região Água Azul, falou sobre os incêndios que acontecem em sua propriedade. “Os incêndios que chegaram nela, até hoje sempre foram criminosos, dificultando o combate na propriedade. A ajuda da Brigada é muito importante para que possamos ter com quem contar na hora que os incêndios chegam”, disse.

A reunião contou também a presença do presidente da Associação dos Produtores de Santa Tereza, Gildevan Barreira; Presidente da Associação dos produtores rurais da Região da Teima, Judivan Castro; O representante da Associação dos Produtores Rurais da Região do Felicíssimo, João Lourenço; Além de produtores das regiões Caracol, Água Azul, e da Associação da Comunidade Quilombola de Barra do Aroeira.

Compartilhe no:



Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *