Tocantins - 20/07/2024 - 08:53

Folha do Jalapão

SES-TO realiza webconferência sobre doença falciforme para profissionais de saúde do Estado

Postado em 24/06/2024

Encontro ocorre nesta quara-feira, 26, para médicos e enfermeiros que atuam na atenção primária dos 139 municípios tocantinenses

Com objetivo de fomentar a qualificação profissional quanto a doença falciforme, a Secretaria de Estado da Saúde do Tocantins (SES-TO) realiza nesta quara-feira, 26, das 9 às 11 horas, uma webconferência sobre a doença. O encontro é direcionado aos profissionais médicos e enfermeiros que atuam na atenção primária à saúde dos 139 municípios tocantinenses. Para participar os interessados devem entrar no link: https://meet.google.com/vew-vudj-qvg.

A webconferência será mediada pelos técnicos da Superintendência de Políticas de Atenção à Saúde (SPAS) e tem como objetivo a ampliação do debate entre gestores e profissionais de saúde sobre os desafios e propostas para a formulação de ações que contribuam com promoção de saúde e acompanhamento às pessoas com doença falciforme.

“A doença falciforme é uma doença hereditária, que causa uma alteração na hemoglobina e precisa de um acompanhamento multiprofissional, por isso a importância de qualificar as equipes de saúde dos municípios para entender melhor o conceito da doença, diagnóstico, tratamentos disponíveis e fluxos de encaminhamento. E quanto mais cedo for diagnosticada e acompanhada, o paciente terá mais qualidade de vida”, destaca a diretora da Atenção Primária/SES-TO, Cleidimar Rodrigues.

Dados

De acordo com o sistema Hemovida Web Hemoglobinopatias (HWDF) do Ministério da Saúde (MS), no Tocantins, existem 669 pacientes em tratamento contra a doença falciforme. Destes usuários, 60% são acima de 18 anos, 25,9% são crianças de 0 a 12 anos e 13,8% adolescentes.

Diagnóstico

O SUS oferece os exames necessários para o diagnóstico da doença falciforme, como o Teste do Pezinho (Triagem Neonatal) e a eletroforese de hemoglobina. É um exame obrigatório, que deve ser realizado em todos os recém-nascidos, preferencialmente entre o segundo e sétimo dia de vida. No Estado, em 2023, nasceram 22.733 crianças. Desses 14.598 testes do pezinho, uma cobertura de 64,22% dos exames realizados, foram feitos pelo Governo do Tocantins.

Acompanhamento

Os pacientes diagnosticados podem fazer o seu acompanhamento pelos ambulatórios de Hematologia da Hemorrede do Tocantins em Palmas e Araguaína.

Fonte: Secom-TO

Compartilhe no:

Relacionados