Tocantins - 25/07/2021 - 10:33

Zé Roberto pede análise profunda da Saúde para garantir soluções definitivas

Postado em 19/02/2019

Compartilhe no:

A redução de atendimento nos hospitais do Tocantins foi questionada pelo deputado estadual Zé Roberto Lula (PT), durante a sessão vespertina desta terça-feira, 19. Segundo o parlamentar “um hospital atender apenas 20% da sua capacidade é absurdo”. Ele defende que seja feita uma análise profunda dos problemas, para que se possa apontar as soluções. 

“Eu penso que a gente pode discutir e elencar as prioridades no sentido de resolver, ou ao menos minimizar os problemas da sociedade. Tenho certeza que a Assembleia, e todos os seus deputados, estará pronta pra ajudar a apontar as soluções”, disse o deputado ao lembrar que “nos últimos 30 anos foi feito apenas as ações pontuais e não resolveu. Por isso temos que debater profundamente”.  

De acordo com Zé Roberto é preciso unir forças entre Executivo e Legislativo para minimizar os problemas da Saúde e de todas as questões do Estado e para isso, na sua avaliação, é preciso ter uma gestão de compromisso com as demandas sociais, bem como, que se predisponha a buscar o desenvolvimento do Tocantins e resolver o problema de custeio da máquina, fazendo com que se tenha investimentos para a Saúde, Educação, Cultura e demais áreas da gestão.  

Governo federal 

Uma preocupação, também apontada por Zé Roberto, é a nova condução das políticas públicas do governo federal. “Lutamos contra o que se instalou nesse país de 2015 para cá. O Brasil entrou de ladeira abaixo e todos os índices que medem a qualidade de vida despencaram. Não temos emprego, moradia, reforma agrária, tudo que tem a ver com a saúde e educação das pessoas está acabando e tudo por causa da eleição desse tal de Bolsonaro”, disparou o deputado. 

Zé Roberto avaliou que os primeiros dias de governo não deram um bom recado. “O que temos é uma sensação muito forte de que tudo está errado, baseado em mentiras e confusões. É uma verdadeira loucura, que está afundando nosso país cada vez mais”, asseverou. 

Compartilhe no:

Relacionados