Tocantins - 25/07/2021 - 08:54

Da porteira do Jalapão, surge uma estrela na internet

Postado em 25/02/2019

Compartilhe no:

Menina tímida e com o sonho de ganhar o mundo pela rede mundial, Alessandra Araújo é sucesso nas redes sociais com os vídeos e fotos que fazem paródia dos fatos do Brasil com a leitura de quem vive no campo.

Tirar onda das coisas da cidade é o hobbie da jovem Alessandra Araújo, 24 anos, blogueira e moradora de uma fazenda a 3 km do centro de Aparecida do Rio Negro e que faz sucesso no Brasil com a ajuda das redes sociais. Ela disse ao Folha do Jalapão que gosta de ficar brincando, “tirando onda” das coisas e recriando as realidades urbanas em uma sátira feita no campo.
“Eu pego o mundo lá fora que eu vejo, trago para o meu mundo, reproduzo de forma diferente e levo de novo lá pra fora”, explicou a blogueira. “Gosto de zoar com as mulheres que passam o dia de salto na cidade. Eu digo que passo o dia na roça de salto e quero ver se elas dão conta”, brincou Alessandra ao lembrar ainda de seus vídeos em que entra no rio e em lagoas de salto alto.
“Inclusive muitas sandálias já estão descoladas”, ressaltou com bom humor. Com mais de 740 mil seguidores em sua página no Facebook, Alessandra coleciona ainda mais de 100 mil no Instagram e mais de 137 mil pessoas inscritas no YouTube. Questionada sobre os números a jovem blogueira foi categórica ao dizer: “Estou só começando”.

Sucesso na TV


Com os grandes números apresentados em suas redes, Alessandra já foi convidada para participar do programa “Encontro com Fátima Bernardes” da Rede Globo e do “Programa da Eliana” no SBT. “Na Eliana, quando eu entrei e vi o cenário todo frio e quando vi o tanto de câmera eu pensei: meu Deus eu não quero ser famosa não!”, exclamou.
Alessandra contou que o primeiro contato foi da produção da Fátima, mas ela não respondeu de imediato. “Quando o produtor da Fátima entrou em contato eu não respondi, passou uma semana e eu sem responder, mas decidi falar com ele depois de pesquisar na internet se era de verdade. Quando respondi ele fez a entrevista pelo WhatsApp e passou um bom tempo, até eu esquecer”, falou.
Pouco tempo depois a equipe de produção da Eliana entrou em contato para que Alessandra fosse ao estúdio no quadro que destaca os vídeos mais acessados da internet e a jovem nascida no campo disse ao Folha que foi quando teve a primeira oportunidade de andar de avião e convidou um amigo para lhe acompanhar até o SBT, em São Paulo. “Entrei no avião fingindo que já sabia, pesquisei muito para saber o que era chique, levei até um livro para fingir costume. Foi tranquilo e até agora já foram duas viagens”, lembrou Alessandra, acrescentando que quando estava no aeroporto, voltando para o Tocantins, recebeu a mensagem da produção do “Encontro” para confirmar a sua participação no programa.
“Eu gostei muito de participar dos dois programas, mas o ao vivo é mais interessante. Fiquei mais tranquila na Fátima, porque na entrevista com a Eliana eu ia falar um monte de coisa e na hora esqueci tudo”, contou.

Reconhecimento


Apesar de Alessandra contar que ainda não conseguiu encontrar um empresário para cuidar e impulsionar sua carreira e também de ainda não ter ciência de ações do poder público que possam incentivar o seu trabalho, Alessandra relatou, com timidez evidente, que ao retornar do programa da Rede Globo foi recebida em sua cidade natal, Aparecida do Rio Negro, pelos seus conterrâneos com uma grande carreata aonde ela desfilou por toda a cidade. “Achei legal ver que o pessoal reconhece o que a gente faz”, avaliou.

Internet, só em cima da árvore!

Moradora da zona rural de Aparecida do Rio Negro, Alessandra Araújo, é um dos maiores sucessos tocantinenses na internet e uma curiosidade que a blogueira contou em entrevista ao Folha do Jalapão é que para postar os seus vídeos e fotos para as redes sociais ela sobe em uma árvore, no quintal de sua casa, para conseguir conectar à internet.
“Às vezes coloco a noite para carregar, mas é melhor ir para a cidade na hora de postar vídeo. É mais rápido”, explicou. Os primeiros vídeos de Alessandra foram feitos antes mesmo do acesso à internet chegar à sua realidade. “Comecei a gravar primeiro, ainda quando era o celular analógico, e depois que fiquei maior eu criei o Facebook e meu irmão teve a ideia de criar a página”, disse Alessandra ao lembrar que seu irmão, Wellington Araújo, lhe disse que toda famosa deve ter uma página na grande rede.
“Eu logo falei: eu nem sou famosa! Mas ele foi lá e criou”, explicou. Alessandra contou que ao criar a página somente ela e Wellington curtiram. “Ficou com essas duas curtidas por uns dois meses e aí veio a ideia de fazer o vídeo procurando Pokemon aqui na roça, como faziam na cidade. Gravei fingindo que estava procurando e postei. O resultado foi que deram 1.000 curtidas na página”, lembrou. “Logo em seguida fiz o vídeo da maquiagem e uma trança de raiz. Daí em diante fui procurando o que está mais falado para fazer os vídeos”, contou a bloqueira, ressaltando que todas as ideias das produções são fruto de sua imaginação. “Eu tenho a ideia e meu irmão grava. Fiz desfile, invento as coleções, por exemplo, quando tem a Fashion Week em São Paulo em Paris”, disse.

Vida


Alessandra nasceu na zona rural de Aparecida do Rio Negro e mora na fazenda com sua mãe, que é dona de casa; seu pai, que trabalha na roça e seu irmão, que é monitor na escola municipal. “Meu tempo é na fazenda. No dia a dia eu acordo cedo, começo a limpar o quintal, boto o salto alto, ligo o som”, brincou ao destacar que seu dia é ajudando nos afazeres da casa e de vez em quando, ao seu pai na roça.

O sonho


“Eu penso em ajudar minha família. Ser famosa, nem que seja para passar na novela com uma xícara de café, eu estou dentro”, afirmou Alessandra, que pretende continuar com suas postagens nas redes sociais em busca do reconhecimento.
“Eu vou insistir até ser rica, porque pobre eu nasci, quero conhecer os dois lados”, finalizou a menina, blogueira do campo, do interior do Tocantins e que nas suas redes já possui quase um milhão de seguidores.

Compartilhe no:

Relacionados