Tocantins - 24/06/2024 - 14:15

Folha do Jalapão

Governador Wanderlei entrega Medalhas Condecorativas em homenagem ao Dia da Polícia Civil

Postado em 22/04/2024

Cerimônia ocorreu no auditório do Palácio Araguaia Governador José Wilson Siqueira Campos, nesta segunda-feira, 22

Em evento especial em alusão ao Dia do Policial Civil, comemorado anualmente no dia 21 de abril, o governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa; e o secretário de Estado da Segurança Pública, Wlademir Mota Oliveira, homenagearam nesta segunda-feira, 22, personalidades e servidores que se destacaram em suas funções dentro da Polícia Civil. Ao todo, foram 41 policiais civis homenageados com as medalhas de Bravura da Polícia Civil – Escrivão José Bonfim Nazareno Ribeiro e a medalha de Mérito Policial Civil – Eusébio de Queirós, além de mais três condecorações póstumas.

No início do seu discurso, Wanderlei Barbosa parabenizou delegados, agentes, papiloscopistas, médicos legistas, escrivães, dentre outros cargos que compõem a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/TO), e falou do trabalho incansável da Corporação no combate ao crime em todo o território estadual. “Quando tivemos uma onda de violência na Capital, imediatamente, deliberei com o secretário Wlademir Mota, que convocou todo o comando da Polícia civil e outras forças de Segurança, para um trabalho de integração. A Polícia Civil foi fundamental para fazer as devidas investigações e, com ajuda de cada um de vocês, a segurança pública do Estado conseguiu reduzir a criminalidade”, completou. 

Para o vice-governador Laurez Moreira, também presente no evento, as ações da Polícia Civil tocantinense vêm ajudando o estado do Tocantins a manter um cenário de tranquilidade e, concomitantemente, ser competitivo para novos investidores, já que o empresariado busca investir nos locais em que se sente seguro. “Esta instituição tem um valor muito importante para a sociedade. Sempre digo que a segurança pública é uma das atividades mais relevantes na esfera pública. Não existe Estado sem a segurança pública. E é fundamental que homenageemos a nossa Polícia Civil, principalmente quando se fala em investigações, evitando tantos e tantos crimes. A investigação ajuda o Ministério Público, o Poder Judiciário e é vital para a segurança de um estado”, expressou Laurez Moreira.

Já o secretário de Estado da Segurança Pública, Wlademir Mota Oliveira, se pronunciou em agradecimento a todos os servidores da pasta que chefia. “Há dois anos, quando assumimos, encontramos uma Polícia Civil desmotivada, sem rumo. Hoje, entendemos a necessidade do reconhecimento daqueles que trabalham diuturnamente para fazer a segurança da nossa população. Sabemos que os números aqui são expressivos. Mas, esses números só têm resultados, graças a cada um dos senhores que saem de suas casas para as delegacias, para os plantões, para os locais de crimes, fazendo buscas e apreensões. Colocando suas vidas em risco. Vocês são o presente e também o futuro da nossa sociedade, para que possamos viver em paz e harmonia”, conferiu o secretário.

Medalhas condecorativas

O Brasil comemora, no dia 21 de abril, o Dia de Tiradentes, herói nacional que foi um dos precursores da independência do Brasil. Nesta data, também se celebra o Dia da Polícia Civil e o Dia da Polícia Militar. A data foi instituída em 1946 em memória a Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, considerado o Patrono desses profissionais. Comemorando essa data, a SSP/TO condecorou servidores do órgão, em evento no auditório do Palácio Araguaia Governador José Wilson Siqueira Campos, com medalhas de Bravura da Polícia Civil – escrivão José Bonfim Nazareno Ribeiro e a medalha de Mérito Policial Civil – Eusébio de Queirós.

O delegado-chefe da 2ª Divisão Especializada de Repressão a Narcóticos (Denarc) Araguaína e da 3ª Divisão Especializada de Repressão ao Crime Organizado, José Anchieta de Menezes Filho, foi um desses homenageados. “Aqui, vimos um reconhecimento muito válido, porque normalmente são profissionais que se dedicam bastante e acabam não sendo lembrados nesses momentos. Todos os policiais civis são profissionais muito dedicados. Por isso, nos sentimos honrados com essa homenagem”, manifestou o delegado após receber a medalha Mérito Policial Civil – Eusébio de Queirós.

Durante a cerimônia, também ocorreu a entrega de certificados aos formandos do 1° Curso de Instrutor de Armamento e Tiro (Ciat) – Padronização Acadepol, que qualificou dez policiais civis que compõem o Grupo de Operações Táticas Especiais (Gote).

 Redução da criminalidade

Ainda, o Governo do Tocantins apresentou números expressivos em relação ao trabalho das Forças de Segurança do Estado contra o crime no ano de 2023 em comparação ao ano de 2022. Da quantidade de drogas apreendidas, foram 966 kg que deixaram de circular, quando em 2022 foram 647 kg; armas apreendidas foram 1.260 em 2023, ao passo que em 2022 foram 990; prisões realizadas em 2023 foram 7.582 e 5.528 em 2022, e prisões por violência doméstica saltaram de 1.128 (2022) para 1.679 (2023). Já os crimes tiveram reduções. Furto caiu de 15.439 (2022) para 13.290 (2023); roubo de 4.059 (2022) para 2.497 (2023); homicídio 362 (2022) para 328 (2023); e latrocínio de 18 (2022) para 16 (2023).

Participaram do evento o delegado da Receita Federal no Tocantins, Ricardo Wagner; o comandante do 22° Batalhão de Infantaria, coronel Edmur Benites Ramos; o capitão dos Portos do Araguaia-Tocantins, comandante Guilherme Oliveira Chagas; o superintendente Regional substituto de Polícia Federal no Tocantins, Max Eduardo Alves; o secretário de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), Deusiano Amorim, e deputados estaduais. 

Fonte: Secom-TO

Compartilhe no:

Relacionados